Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade da fauna de anfípodes (Crustacea, Amphipoda) associados à alga parda do gênero Sargassum, em costões das porções continental e oceânica da Ilha de São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo

Processo: 11/16386-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Fosca Pedini Pereira Leite
Beneficiário:Maria Luiza Lança de Moraes
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Amphipoda   Diversidade   Distribuicão   Sargassum

Resumo

As taxocenoses de anfípodes associadas a bancos de Sargassum do litoral de São Paulo são bastante conhecidas. Diversos estudos descrevendo a composição e as flutuações temporais da fauna de anfípodes já foram desenvolvidos. Também foram realizadas investigações buscando associar as flutuações temporais e a distribuição espacial das populações desses organismos a diversos fatores ambientais. Mais recentemente, a presença de algas epífitas foi avaliada de forma criteriosa, sendo considerada um fator importante para explicar os padrões de ocorrência da macrofauna, inclusive anfípodes, associada a espécies de Sargassum. Esses crustáceos da epifauna vágil destacam-se pela sua representatividade em termos de abundância e riqueza de espécies em comunidades de macrófitas de todo o mundo e constituem um importante recurso alimentar para várias espécies de peixes. Os anfípodes, assim como outros peracáridos, estão sendo utilizados como possíveis indicadores biológicos. Desta forma, o conhecimento da sua diversidade e riqueza é importante para futuros programas de conservação marinha. O objetivo desse trabalho é verificar a ocorrência desses animais associados à alga parda Sargassum em quatro praias da Ilha de São Sebastião, sendo duas voltadas para o Canal, local de grande influência antrópica, ocasionada, principalmente pelo turismo e pela presença do TEBAR (Dutos e Terminais Centro Sul) e duas praias do lado oceânico, sem influência do turismo elevado que ocorre nas praias voltadas para o Canal. Dez frondes de Sargassum serão coletadas em cada praia, em duas estações do ano, inverno e verão, e a fenologia da alga, assim como a comunidade de anfípodes serão avaliadas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.