Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo Teórico Computacional dos Sistemas Micelares de alquilbenzenos em Diiodometano

Processo: 11/14562-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:André Farias de Moura
Beneficiário:Kalil Bernardino
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Simulação de dinâmica molecular   Micelas   Solubilização   Simulação por computador   Química teórica   Coloides

Resumo

O presente projeto de pesquisa apresenta uma proposta de investigação teórica computacional de sistemas químicos complexos, utilizando métodos de dinâmica molecular com potenciais clássicos e cálculos ab initio de estrutura eletrônica. O principal objetivo será investigar a formação de agregados micelares estáveis em sistemas binários de alquilbenzenos em diiodometano, fenômeno já observado experimentalmente mas sem uma contrapartida teórica capaz de descrever em detalhes a estrutura e a dinâmica dos agregados formados. Este tipo de detalhamento pode ser feito de maneira conveniente por simulações de dinâmica molecular com potenciais clássicos, os quais serão parcialmente derivados a partir de cálculos quânticos ab initio. Esse investigação se justifica pelo caráter básico, que visa aumentar nossa compreensão dos fenômenos de auto-organização. A literatura teórica e experimental que trata de coloides de agregação é dedicada quase que exclusivamente aos sistemas aquosos com solutos anfifílicos. Por um lado, tais sistemas merecem este destaque por sua importância tecnológica, mas em princípio qualquer sistema formado por um solvente cujas interações são anisotrópicas em relação ao soluto, ou seja, fortes em relação a uma parte da molécula (uma cabeça pequena) e fracas em relação ao restante (uma cauda longa), podem formar estruturas como micelas, filmes ou membranas. Assim, ora propomos o estudo detalhado de um sistema aparentemente simples mas capaz de formar diversas estruturas autoorganizadas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BERNARDINO, KALIL; DE MOURA, ANDRE F. Surface Electrostatic Potential and Water Orientation in the presence of Sodium Octanoate Dilute Monolayers Studied by Means of Molecular Dynamics Simulations. Langmuir, v. 31, n. 40, p. 10995-11004, OCT 13 2015. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.