Busca avançada
Ano de início
Entree

O processo de criação em dança e sua relação com elementos da Arte Visual e Musical: uma proposta de utilização de método de improvisação de Rolf Gelewski

Processo: 12/14083-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Dança
Pesquisador responsável:Elisabeth Bauch Zimmermann
Beneficiário:Juliana Cunha Passos
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Improvisação   Processo criativo

Resumo

Proposta de Pesquisa teórico-prática de Doutorado em Artes da Cena relacionada à utilização de improvisações no processo de criação em dança. A pesquisa considera dois métodos de improvisação elaborados por Rolf Gelewski e as possibilidades de relação entre a Dança e elementos da Linguagem Visual e Musical. Inicialmente, o projeto propõe um resgate histórico do trabalho artístico-pedagógico de Gelewski, dançarino, professor e pesquisador de dança que atuou no Brasil entre as décadas de 1960 e 1980. Em um segundo momento, o projeto desenvolverá propostas de improvisação com artistas voluntários do Instituto de Artes da Unicamp, utilizando elementos da Linguagem Visual e Musical para estimular a criação em dança. Nesta etapa, os métodos contidos na publicação "Ver ouvir movimentar-se: dois métodos e reflexões referentes à improvisação na dança" (1973) serão utilizados para explorar a música como energia motora e estímulo ao movimento. A pesquisa pretende expandir estes métodos com o desenvolvimento de improvisações a partir de obras de Arte Visual, especificamente pinturas abstratas e figurativas de artistas modernos, como Kandinsky, Pollock, Matisse e Cèzanne. Por fim, a pesquisa desenvolverá um trabalho artístico-criativo com os artistas voluntários, a partir de improvisações e laboratórios de criação para a elaboração de um espetáculo cênico, resultante do processo criativo coletivo. Nesta fase, novas relações e inter-relações entre movimentos, imagens e sons serão estabelecidas a partir de criações do próprio grupo. Som/ Imagem/ Movimento que gera imagem, que gera movimento, que gera som, que gera cena, que gera espetáculo... E onde foi mesmo que toda esta criação começou?

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.