Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo anatômico das anastomoses entre o plexo cervical superficial e o nervo espinhal acessório.

Processo: 13/02784-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Claudio Roberto Cernea
Beneficiário:Viviane Passarelli Ramin Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cabeça e pescoço   Anastomose

Resumo

Num estudo anatômico em cadáveres, observaram anastomoses do nervo acessório (NA) com ramos de C2, C3 e C4. Concluíram que as diferentes manifestações clínicas da lesão no NA se deviam a diferentes padrões anatômicos de inervação motora do músculo trapézio. Outros autores, entretanto, defenderam que a contribuição do plexo cervical é primariamente proprioceptiva, não participando significativamente da inervação motora do músculo trapézio, por sua vez, reportaram que apenas um fino segmento do NA inervava a parte superior do trapézio, sem qualquer contribuição do plexo cervical. Um outro estudo, baseado na avaliação histológica de fibras do NA retiradas de cadáveres, concluiu que o plexo cervical contribuía com a inervação motora do músculo trapézio. Entretanto, outros autores chegaram à conclusão que participação do plexo cervical na inervação motora do músculo trapézio não era significativa. Assim, fica evidente a controvérsia acerca da importância funcional das anastomoses entre o NA e o plexo cervical.A despeito dessas divergências, recomenda-se a preservação do NA e de suas anastomoses com o plexo cervical durante esvaziamentos cervicais, sempre que for oncologicamente viável, para a manutenção da função motora do músculo trapézio. Convém, portanto, estabelecer parâmetros anatômicos que sejam úteis para o Cirurgião de Cabeça e Pescoço localizar o NA e suas anastomoses.ObjetivoO propósito deste estudo é analisar os padrões anatômicos das anastomoses entre as raízes do plexo cervical superficial e o NA em uma população de cadáveres não formolizados, avaliando algumas medidas de potencial utilidade durante um esvaziamento cervical.MétodosEste é um estudo observacional prospectivo não-aleatorizado, que analisará 100 NAs e suas anastomoses com raízes dos plexos cervicais de 50 cadáveres não formolizados, de ambos os sexos, submetidos à necropsia no Serviço de Verificação de Óbitos da Capital da Universidade de São Paulo (SVOC-USP) .Será confeccionado um retalho cervico-torácico extenso para se expor amplamente a região cérvico-torácica. A relação entre o nervo acessório e as raízes do plexo cervical superficial serão anotadas, entre outras relações.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)