Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimação de Estado em Sistemas Elétricos de Potência: A Interpretação Geométrica Aplicada ao Processamento de Erros Topológicos

Processo: 13/07976-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:Newton Geraldo Bretas
Beneficiário:Breno Elias Bretas de Carvalho
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/01035-7 - Análise e controle de sistemas elétricos de potência, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):15/15274-4 - Estimação de estado em sistemas elétricos de potência: a interpretação geométrica aplicada ao processamento de erros topológicos, BE.EP.DR

Resumo

Este trabalho foi proposto com o objetivo de implementar uma ferramenta computacional para estimar os estados (tensões complexas nodais) de um sistema elétrico de potência (SEP) e aplicar métodos alternativos para o processamento de erros topológicos (ETs), erros de parâmetros (EPs) e/ou de erros grosseiros (EGs) em medidas, baseados na interpretação geométrica dos erros e no conceito de inovação das medidas. O método utilizado para a resolução do problema de estimação de estado será o por mínimos quadrados ponderados (MQP). Através da interpretação geométrica, Bretas et al. (2009) demonstraram matematicamente que o erro da medida se compõe de componentes detectáveis e não detectáveis, e as metodologias até então utilizadas, para o processamento de erros, consideram apenas a componente detectável do erro, e como consequência, podem falhar. Na tentativa de contornar essa limitação, e baseada nos trabalhos citados previamente, será estudada e implementada uma metodologia alternativa para processar tais erros. Esta metodologia é baseada na análise das componentes dos erros das medidas, como apresentado nos trabalhos de Bretas et al. (2013) e Piereti (2011). Em primeiro lugar é testado se o conjunto de medidas possui erros utilizando, para isso, o valor do erro de medida composto normalizado (CMEN). Em seguida diferencia-se se um ou outro erro ocorreu, ou mesmo se mais de um tipo de erro ocorreu. A correção a ser feita no parâmetro de linha ou na medida com erro grosseiro será o erro normalizado composto (CNE) correspondente. A abordagem proposta neste trabalho requer somente um conjunto de medidas, e no mesmo instante. Para validação do programa, serão feitas diversas simulações nos sistemas de 14 e 57 barras do IEEE, além do equivalente de 45 barras do sistema sul brasileiro.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARVALHO, Breno Elias Bretas de. Estimação de estado em sistemas elétricos de potência: a interpretação geométrica aplicada ao processamento de erros de medidas, de parâmetros e de topologia. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.