Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas poliméricas doadoras de óxido nítrico com ação antibacteriana

Processo: 13/13096-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Amedea Barozzi Seabra
Beneficiário:Adelia Maria Narciso
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Mastite bovina   Nanopartículas poliméricas   Alginatos   S-nitrosotióis   Quitosana   Óxido nítrico

Resumo

O óxido nítrico (NO) apresenta grande importância biomédica pois controla vários processos fisiológicos, como a dilatação dos vasos sanguíneos, a inibição da adesão e a agregação plaquetária, a promoção e aceleração da cicatrização cutânea, e em altas concentrações possui ação citotóxica contra patógenos, como as bactérias. Atualmente, o NO é considerado um potente agente microbicida frente a diversos patógenos, incluindo bactérias. Em altas concentrações, o NO liga-se covalentemente ao DNA, proteínas e lipídeos de bactérias invasoras, inibindo e anulando seu crescimento. Como o NO é um radical livre, no meio biológico existem diversas espécies capazes de inativá-lo. Tióis (RSH) de baixa massa molecular são nitrosados formando os S-nitrosotióis (RSNOs), os quais atuam como carregadores e doadores de NO. Devido às ações biomédicas do NO, existe uma grande interesse no desenvolvimento de veículos carregadores e doadores de NO. Uma estratégia promissora que vem sendo utilizada é a combinação de partículas biocompatíveis com doadores de NO (como os RSNOs). Esses sistemas apresentam grandes chances de sucesso de uso como carregadores e liberadores de NO em meio biológico. Nesse trabalho, nanopartículas poliméricas biodegradáveis e biocompatíveis de alginato/quitosana serão utilizadas para encapsulação de doadores de NO (RSNOs), visando aplicações biomédicas. Alginato e quitosana são polímeros utilizados como veículos de liberação controlada de diferentes fármacos. Nesse cenário, esse projeto tem como principais metas a preparação de nanopartículas de alginato/quitosana contendo RSNOs, sua caracterização e estudos de cinética de liberação de NO a partir dos materiais preparados. Além disso, a ação antibacteriana dessas nanopartículas doadoras de NO serão avaliadas contra amostras de Staphylococcus aureus resistentes a vários antibióticos e causadoras da mastite bovina, doença crônica que afeta a produção mundial de leite. Espera-se obter um promissor sistema de liberação de NO com potencial de aplicação no combate às bactérias resistentes no tratamento e prevenção da mastite bovina.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARDOZO, VIVIANE F.; LANCHEROS, CESAR A. C.; NARCISO, ADELIA M.; VALERETO, ELAINE C. S.; KOBAYASHI, RENATA K. T.; SEABRA, AMEDEA B.; NAKAZATO, GERSON. Evaluation of antibacterial activity of nitric oxide-releasing polymeric particles against Staphylococcus aureus and Escherichia coli from bovine mastitis. International Journal of Pharmaceutics, v. 473, n. 1-2, p. 20-29, OCT 1 2014. Citações Web of Science: 38.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.