Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparação e caracterização de nanopartículas de alginato/quitosana doadoras de óxido nítrico

Processo: 13/07132-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Amedea Barozzi Seabra
Beneficiário:Elaine Cristina Sanches Valereto
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/17053-7 - Nanopartículas doadoras de óxido nítrico para aplicações biomédicas, AP.R
Assunto(s):Biomateriais   Óxido nítrico   Polímeros (química orgânica)   S-nitrosotióis

Resumo

Devido às diversas ações biológicas do óxido nítrico (NO), existe um grande interesse no desenvolvimento de veículos capazes de armazenar e liberar o NO in vivo de maneira controlada. Uma estratégia promissora de liberação controlada de NO consiste no uso de nanopartículas poliméricas como veículos de liberação de NO. Diversos polímeros podem ser usados na preparação de nanopartículas, destacando-se os polímeros naturais como o alginato e a quitosana. A quitosana (poli-b(1,4)-D-glucosamina), um polissacarídeo catiônico, é grandemente utilizada na engenharia de tecidos e na confecção de biomateriais por apresentar importantes propriedades como: baixo custo, biodegradabilidade e biocompatibilidade. O alginato é um polissacarídeo linear, mucoadesivo, biodegradável e biocompatível. Quitosana e alginato já são usados em aplicações biomédicas como liberação e encapsulação de fármacos. O objetivo desse plano de trabalho é a preparação de nanopartículas poliméricas, especialmente de alginato/quitosana contendo doadores de NO, como os S-nitrosotióis (RSNOs). O projeto engloba a caracterização das propriedades físico-químicas e morfológicas das nanopartículas preparadas, bem como estudos cinéticos de liberação de NO sob condições fisiológicas. Espera-se obter um sistema biocompatível e biodegradável capaz de gerar NO de maneira controlada sob condições fisiológicas com grande potencial de aplicações biomédicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARDOZO, VIVIANE F.; LANCHEROS, CESAR A. C.; NARCISO, ADELIA M.; VALERETO, ELAINE C. S.; KOBAYASHI, RENATA K. T.; SEABRA, AMEDEA B.; NAKAZATO, GERSON. Evaluation of antibacterial activity of nitric oxide-releasing polymeric particles against Staphylococcus aureus and Escherichia coli from bovine mastitis. International Journal of Pharmaceutics, v. 473, n. 1-2, p. 20-29, OCT 1 2014. Citações Web of Science: 37.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.