Busca avançada
Ano de início
Entree

Os caminhos da digitalização da TV

Processo: 13/22889-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Rádio e Televisão
Pesquisador responsável:Sérgio Bairon Blanco Sant'Anna
Beneficiário:Deisy Fernanda Feitosa
Supervisor no Exterior: Alberto Marinelli
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Roma La Sapienza, Itália  
Vinculado à bolsa:12/20856-4 - TV digital e hipermídia: uma nova linguagem, uma nova comunidade, BP.DR
Assunto(s):Televisão digital   Interatividade   Internet   Digitalização   Mídia digital

Resumo

Vivemos na era da abundância, da muitificação do mundo e da agregação das coisas ao nosso redor. Multi é um elemento de composição antepositivo derivado do latim multus, cujo significado é abundante, em grande quantidade. Ele consegue traduzir as possibilidades e ações da convergência oriundas de um sistema binário marcado pela polivalência de ferramentas, dispositivos e conexões entre pessoas e coisas, que transformam o planeta na "aldeia global" anunciada há tantos anos por Marshall McLuhan. Dentro desse contexto, as tecnologias digitais como os celulares, os computadores e até mesmo os receptores de televisão deixam de desempenhar apenas a função principal para a qual foram desenvolvidas e passam a se constituir, devido à interoperabilidade de sistemas e à internet, em meios para os quais confluem serviços e linguagens. Assim, a internet opera como uma facilitadora da expansão dos processos comunicacionais e informacionais que acontecem na instância digital, contribuindo, principalmente, com a circulação mundial de conteúdo, produtos e serviços. Neste projeto, pretendo fazer um aprofundamento dos processos simbólicos que permeiam a interatividade digital, constituída pela arquitetura de um novo habitar comunicativo pautado em participação, livre publicização de pensamentos, monitoramento e compartilhamento social. São tendências que ganharam força, principalmente, com o advento das redes sociais e mídias digitais na internet. E a fim de entender qual o lugar a ser ocupado neste contexto pela televisão - meu objeto de estudo - buscarei refletir sobre as mudanças e implicações sociais Brasil afora trazidas pelo sistema digital a esse veículo, que atravessa uma fase de reinvenção, integração tecnológica e ganha novas configurações. Esta pesquisa acompanha o cenário de pós-implantação da TV digital em alguns países europeus e reflete acerca das influências e transformações trazidas ao cotidiano da sociedade e aos espaços públicos pelo sistema digital e pela convergência tecnológica. Há sete anos, o Brasil atravessa o simulcast, ou seja, um período de transmissões simultâneas dos sinais analógico e digital de televisão. A cronologia de implantação da tecnologia de TVD respeita a seguinte ordem: grandes, médias e pequenas cidades. A previsão do governo é de que o apagão analógico, ou switch off, comece em 2016, respeitando um plano de desligamento da televisão digital, mas, antes disso, ainda existem muitos desafios a serem enfrentados. Neste sentido, a proposta da realização do Estágio de Pesquisa no Exterior surge da necessidade de levantar dados e informações em países europeus, como a Itália, que já passaram por essa fase de transição, para confrontá-los com o cenário atual do Brasil, e entender quais foram as políticas de governo empregadas para garantir uma transição bem-sucedida para os transmissores e receptores do sinal. Atividades de leitura, visitas técnicas a universidades e emissoras europeias e a busca por documentos históricos oficiais me ajudarão a compor um capítulo da tese de doutorado "TV digital e hipermídia: uma nova linguagem, uma nova comunidade", projeto maior a que esta pesquisa está vinculada. É intenção também desta pesquisa identificar exemplos de como as mídias digitais têm contribuído mundo afora para divulgar ações de mobilização social e de como elas têm dialogado com a linguagem televisiva. (AU)