Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de citocinas e sua relação com a parasitemia em bovinos experimentalmente infectados por Trypanosoma vivax

Processo: 14/10572-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 08 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fabiano Antonio Cadioli
Beneficiário:Otávio Luiz Fidelis Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/17401-6 - Perfil de citocinas determinado pelo ELISA em bovinos experimentalmente infectados por Trypanosoma vivax, BE.EP.DR
Assunto(s):Clínica médica veterinária   Trypanosoma vivax   Bovinos   Citocinas

Resumo

No Brasil, surtos em rebanhos bovinos por Trypanosoma vivax têm ocorrido com frequência cada vez maior, porém a enfermidade não é considerada um problema para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e por essa razão, não há controle oficial nem registros precisos sobre sua ocorrência. No futuro, devido à sua disseminação, T. vivax poderá trazer prejuízos maiores à pecuária, devido às mortes e redução dos índices produtivos observados quando é introduzido em rebanhos de áreas não endêmicas. Entretanto estabelecer o diagnóstico dessa enfermidade é tarefa desafiadora, pois muitos aspectos clínicos, imunológicos e laboratoriais não estão completamente elucidados. O objetivo do presente estudo é avaliar se há variação do perfil de citocinas, IL-1b, IL-2, IL-4, IL-6, IL-10, IL-12, TNFa e IFNg associada à flutuação da parasitemia do T. vivax em bovinos experimentalmente infectados com esse hemoparasito; para tanto serão utilizadas amostras sanguíneas de três bovinos fêmeas Girolanda experimentalmente infectados (E1 a E3) com 2,0 x 107 tripomastigotas de T. vivax, isolado "Lins", obtidas sete dias antes da inoculação (D-7), no dia da inoculação (D0), no dia subsequente a inoculação (D1) e posteriormente a cada sete dias até 120 dias após infecção (DAI). Os resultados obtidos contribuirão no entendimento da fisiopatogenia da doença causada pelo T. vivax e poderão contribuir para um refinamento do diagnóstico desta enfermidade. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JÚNIOR, Otávio Luiz Fidelis. Perfil de citocinas e sua relação com a parasitemia em bovinos experimentalmente infectados por Trypanosoma vivax. 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.