Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto e verificação experimental de um pitch link semi-ativo para redução de vibrações em helicópteros

Processo: 15/04804-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de julho de 2015
Vigência (Término): 14 de julho de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Estruturas Aeroespaciais
Pesquisador responsável:Carlos de Marqui Junior
Beneficiário:Marcel Araujo Clementino
Supervisor no Exterior: Fred Nitzsche
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Carleton University, Canadá  
Vinculado à bolsa:13/15264-3 - Projeto e Verificação Experimental de um Pitch Link Semi-Ativo para Redução de Vibrações em Helicópteros, BP.DR
Assunto(s):Helicópteros   Piezoeletricidade

Resumo

Os materiais piezelétricos têm sido amplamente utilizados em sistemas que visam atenuação de vibração em diversos ramos da engenharia. Recentemente, diferentes configurações de circuitos piezelétricos chaveados foram apresentadas na literatura para a atenuação de vibrações e algumas delas, podem ser diretamente comparadas com sistemas mecânicos projetados para a redução de vibração em helicópteros. Um desses sistemas é o pitch link ativo, apresentado e recentemente testado com sucesso por pesquisadores canadenses. Tal sistema possibilita a combinação de molas para o controle da variação de rigidez no pitch link, atenuando frequências relevantes para o conforto de passageiros de helicópteros. Apesar dos bons resultados obtidos com o pitch link ativo, alguns pontos negativos são apontados, como dependência de uma fonte externa de energia para seu funcionamento e possibilidade de falhas mecânicas. Assim, o objetivo deste projeto é desenvolver um pitch link semiativo, autoalimentado, utilizando materiais piezelétricos e o tratamento não linear do sinal elétrico gerado por tais materiais. Uma série de investigações serão realizadas, incluindo teste de vibração em bancada e testes experimentais em Whirl Tower, ambos realizados na Carleton University, no Canadá. A nova configuração proposta envolve um sistema eletromecânico em estado sólido do qual se espera bom desempenho na redução de vibrações, evitando também os problemas apontados no caso do pitch link ativo. (AU)