Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre tontura, aspectos cognitivos e equilíbrio em pacientes com tontura crônica devido a disfunções vestibulares

Processo: 14/21385-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Daniela Cristina Carvalho de Abreu
Beneficiário:Julia Licursi Lambertti Perobelli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Doenças vestibulares   Envelhecimento   Disfunção cognitiva   Tontura   Coeficiente de correlação de Pearson   Estudo observacional

Resumo

O sistema vestibular funciona como um sistema de referência para outros sistemas como o visual e somatossensorial, porém quando há comprometimento do mesmo, os indivíduos apresentam tontura, desequilíbrio, alterações da marcha, os quais muitas vezes, podem ocasionar quedas. Adicionalmente, alguns estudos tem sugerido a presença de disfunções cognitivas nestes pacientes. Objetivo: Avaliar a correlação entre tontura, aspectos cognitivos, equilíbrio semi-estático e dinâmico em pacientes com tontura crônica de origem vestibular. Métodos: Trata-se de um estudo do tipo observacional e descritivo. Serão realizadas avaliações cognitivas, as quais incluem o Mini Exame do Estado Mental (MEEM; somente para triagem e critérios de inclusão), teste do relógio (TR), da fluência verbal (FV) e Trail making B e serão analisadas as variáveis limite de estabilidade, Teste Clínico Modificado da Integração Sensorial no Equilíbrio (CTSIB), sentar e levantar e marcha usando o equipamento Balance Master. A tontura será avaliada pelo Dizziness Handicap Inventory (DHI). Será realizado o teste de normalidade de Shapiro-Wilk, para a verificação de distribuição normal dos dados, que justificará a escolha do melhor teste, para as análises de inferência estatística. Serão realizados testes de correlação entre as variáveis dos aspectos cognitivos (MEMM, FV, TR e TMB) e do equilíbrio corporal funcional (Limite de estabilidade, TCTSIB, Sentar e levantar e Marcha) do Balance Master, em que poderão ser utilizados os testes de correlação de Pearson ou Spearmam, conforme distribuição de normalidade dos dados. Resultados esperados: Espera-se encontrar uma correlação entre comprometimentos cognitivos e déficits de equilíbrio e marcha em indivíduos com tontura crônica advinda de uma disfunção vestibular, sendo que quanto maior a disfunção cognitiva, maiores os comprometimentos funcionais.