Busca avançada
Ano de início
Entree

Diferenças da progressão de sintomas motores e não motores de acordo com o lado de início dos sintomas na Doença de Parkinson

Processo: 15/09774-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ana Carolina Coan
Beneficiário:Julian Furtado Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Neurologia   Doenças neurodegenerativas   Doença de Parkinson   Fragilidade ambiental   Controle genético   Dominância   Progressão da doença

Resumo

A Doença de Parkinson (DP) é uma doença neurodegenerativa que está relacionada com a morte de neurônios dopaminérgicos da substância negra. Sua etiologia não é totalmente conhecida, mas acredita-se que haja uma interação entre fatores ambientais e genéticos. Seus principais sintomas motores são a bradicinesia, a rigidez, o tremor de repouso e a instabilidade postural. Uma das principais características da DP é a assimetria dos sintomas, sendo um lado do corpo mais acometido inicialmente, mantendo-se esta assimetria durante toda a evolução da doença. Os mecanismos que resultam nessa assimetria ainda não foram elucidados, como também não foi esclarecido se há relação entre o lado de início e o lado de dominância (destros ou canhotos) com a progressão dos sintomas motores e não motores. Nosso objetivo será verificar se a dominância e o lado de início estão relacionados com a progressão da DP.