Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de mésons D em jatos no grande colisor de hádrons com o ALICE

Processo: 15/20932-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 25 de novembro de 2015
Vigência (Término): 24 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Alexandre Alarcon Do Passo Suaide
Beneficiário:Antonio Carlos Oliveira da Silva
Supervisor no Exterior: André Mischke
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Utrecht University (UU), Holanda  
Vinculado à bolsa:12/13236-0 - Medidas de correlações entre jatos e D* no experimento ALICE do LHC, BP.DD
Assunto(s):Física de alta energia   Plasma de quarks e glúons   Colisões de íons pesados relativísticos   Quark charm   Grande Colisor de Hádrons   Experimento ALICE

Resumo

Atualmente, o objetivo principal da física nuclear de altas energias é entender as propriedades da matéria nuclear em altas temperaturas. Em experimentos de colisões de íons pesados ultra-relativísticos é possível criar as condições necessárias para uma transição de fase da matéria nuclear fria para o plasma. Uma vez que quarks pesados são produzidos nos primeiros estágios de colisões hadrônicas, eles são boas sondas para o estudo da interação do quark charm com o Plasma de Quarks e Glúons (QGP) e na caracterização da perda de energia de quarks pesados. Colisões de íons pesados nas energias do LHC podem explorar regiões de densidade de energia e partículas significantemente acime das encontradas no RHIC. Devido à grande densidade inicial de partons, a termalização ocorre mais rapidamente e a razão entre o tempo de vida do QGP e o tempo de termalização cresce por um fator 10. Como consequência as "bolas de fogo" produzidas nas colisões de íons pesados tem seu tempo de vida quase totalmente em um estado puramente partônico. O detector ALICE foi desenvolvido e otimizado com foco em colisões de núcleos de chumbo. A colaboração ALICE é fortemente especializada no estudo do Plasma de Quarks e Glúons. Este projeto busca medir a produção de mésons D em jatos e a fração de momento entre o méson e o jato associado. Este é um observável de grande importância no estudo da interação do quark charm com o Plasma de Quarks e Glúons. (AU)