Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção e caracterização mecânica de compósitos multifuncionais de resina epóxi reforçados com fibra de carbono e buckypapers de nanotubos de carbono de paredes múltiplas

Processo: 15/24825-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Pesquisador responsável:Edson Cocchieri Botelho
Beneficiário:Maria Amélia Rocha da Cunha
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais compósitos   Materiais multifuncionais   Nanotubos de carbono   Resinas epoxi   Resistência mecânica   Propriedades físicas   Propriedades mecânicas   Microscopia   Ensaios mecânicos

Resumo

A descoberta dos nanotubos de carbono (CNTs) tem apresentado grande impacto para a ciência, pois representou a esperança em aprimorar materiais utilizados em diversas áreas. Suas propriedades físicas superam, em sua maioria, as de qualquer material até então conhecido. Estudos indicam que os CNTs apresentam elevada resistência mecânica, que, associada com sua baixa densidade, proporciona excelente relação resistência/peso, o que é de muito interesse para aplicações estruturais. Compósitos de matriz polimérica termorrígida reforçados com fibras de carbono já são bastante utilizados na área mecânica/aeronáutica, porém possuem algumas características que carecem de melhorias, como: maior resistência mecânica; melhores propriedades térmicas e elétricas; reforço com capacidade de ser torcido ou dobrado sem que haja rompimento das partículas e capacidade de retornar ao estado inicial quando o esforço é removido. Os buckypapers, agregados macroscópicos de CNT´s, são a aposta para essas melhorias. O reforço destes compósitos com os buckypapers pode conferir ao material características multifuncionais. Este projeto tem como objetivo analisar as propriedades mecânicas do compósito formado por matriz de resina epóxi reforçada com fibras de carbono e buckypapers, avaliando assim a influência do reforço nanoestruturado no compósito. Primeiramente, o compósito será processado e sua estrutura será avaliada através de ultrassom e microscopia. Feito isso, serão realizados os ensaios mecânicos ILSS (cisalhamento interlaminar) e ENF (mecânica da fratura) para caracterização mecânica do material obtido.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: