Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do envolvimento das áreas do córtex pré-frontal e de seus alvos no processamento da memória de medo: estudo com técnicas fármaco e optogenéticas

Processo: 16/10389-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Newton Sabino Canteras
Beneficiário:Miguel Antonio Xavier de Lima
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/05432-9 - Bases neurais do medo e agressão, AP.TEM
Assunto(s):Optogenética   Neurofisiologia   Farmacogenética   Córtex pré-frontal

Resumo

Demonstramos recentemente que a inativação da parte ventral do núcleo anteromedial do tálamo (AMv) abole a aquisição da memória de medo relacionada a um predador, e que lesões neuroquímicas centradas em áreas do córtex pré-frontal medial (CPFm) que recebem projeções do AMv (área pré-límbica (PL) e área cingulada anterior (ACA)) geram déficits acentuados no processamento da memória emocional. Neste projeto investigaremos se as áreas PL e ACA estão envolvidas na aquisição da memória de medo, e para tanto, propomos o uso de técnica farmacogenética para silenciar a atividade neuronal antes da exposição ao predador (injeção de vírus adenoassociado (AAV) para expressão do receptor hM4D ligado à proteína Gi), (experimento 1). Na sequência examinaremos o padrão de projeção dos neurônios ativos da área PL e ACA na aquisição da memória de medo. Para tal, utilizaremos animais geneticamente modificados (camundongos Cre- recombinase induzida por Fos), onde injetaremos um AAV Cre-dependente na área PL e ACA para expressão de sinaptobrevina nos campos de projeção dos neurônios ativos durante a exposição ao predador (experimento 2). Uma vez realizado este rastreamento funcional dos campos terminais do CPFm potencialmente envolvidos na aquisição da memória de medo, iremos silenciar os alvos mais ativos do CPFm com técnica optogenética (através da expressão de um canal de halorhodopsina por meio de transfecção viral) para averiguar a sua participação na aquisição da memória durante a exposição ao predador (experimento 3). Neste projeto teremos o emprego de estratégias com manipulação funcional das vias neurais envolvidas no paradigma de exposição ao predador, um dos modelos animais mais fidedignos para reproduzir experimentalmente efeitos sistêmicos residuais observados em pacientes que sofrem de estresse pós-traumático. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
XAVIER DE LIMA, MIGUEL ANTONIO; BALDO, MARCUS VINICIUS C.; CANTERAS, NEWTON SABINO. Revealing a Cortical Circuit Responsive to Predatory Threats and Mediating Contextual Fear Memory. CEREBRAL CORTEX, v. 29, n. 7, p. 3074-3090, JUL 2019. Citações Web of Science: 1.
RUFINO, RODRIGO DE ANDRADE; MOTA-ORTIZ, SANDRA REGINA; XAVIER DE LIMA, MIGUEL ANTONIO; BALDO, MARCUS VINICIUS C.; CANTERAS, NEWTON SABINO. The rostrodorsal periaqueductal gray influences both innate fear responses and acquisition of fear memory in animals exposed to a live predator. Brain Structure & Function, v. 224, n. 4, p. 1537-1551, MAY 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.