Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização dos sítios ácidos e básicos de catalisadores de Ni aplicados à desidrogenação oxidativa do propano

Processo: 16/14368-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Adriana Paula Ferreira Palhares
Beneficiário:Fabricio Menezes de Souza
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Catálise   Catalisadores   Dióxido de carbono   Acidez (química)   Desidrogenação

Resumo

A desidrogenação oxidativa vem se destacando na busca por meios alternativos e mais econômicos de produção de olefinas como o propeno (insumo importante para a indústria de polímeros), devido à natureza exotérmica da reação na presença de oxidantes, principalmente o oxigênio. Em contrapartida, dois desafios são vislumbrados: I) os produtos da oxidação total são termodinamicamente favorecidos, indicando que a seletividade do catalisador é de extrema importância, e II) baixos rendimentos são alcançados devido à inflamabilidade da mistura propano/oxigênio, sinalizando a necessidade de catalisadores altamente estáveis e seletivos para a reação com outros oxidantes. Catalisadores heterogêneos suportados a base de metais como ferro, níquel e vanádio são estudados para esse tipo de reação, onde o níquel vem mostrando consideráveis conversões de propano e seletividade a propeno, conforme a composição, estrutura e carga de níquel dos catalisadores. Resultados preliminares do grupo de pesquisa já revelaram que catalisadores com maior carga de níquel apresentaram sítios básicos em maior quantidade e com força mais elevada e também revelaram conversões e seletividades maiores. Nesse sentido este projeto busca estudar o efeito da acidez e basicidade dos sítios ativos dos catalisadores suportados em óxidos de alumínio, cério e/ou titânio, contendo diferentes cargas de níquel (7,5 e 15% (m/m)), promovidos ou não com vanádio no mecanismo reacional da desidrogenação oxidativa do propano e a influência do oxidante no processo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.