Busca avançada
Ano de início
Entree

Panorama da construção em madeira no Brasil: agentes e novos sistemas construtivos

Processo: 16/09744-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Lucia Zanin Shimbo
Beneficiário:Erich Kazuo Shigue
Instituição-sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Construção civil   Sistemas e processos construtivos   Sustentabilidade   Madeira

Resumo

Os efeitos causados pelo aquecimento global e as ações e medidas necessárias para desacelerar esse processo através de propostas de desenvolvimento sustentável são temas cada vez mais recorrentes em pesquisas e debates nas mais diversas áreas do conhecimento. O setor da construção civil tem significativa relevância nessa questão, uma vez que as construções geram grandes quantidades de CO2 ao longo de sua construção e uso. No horizonte de uma economia de baixo carbono, a madeira vem ganhando destaque em diversos países como principal matéria-prima na construção de edificações, por ser um material natural e renovável que também atua como estoque de CO2 e promove a manutenção e o plantio de florestas. O Brasil possui a segunda maior área de florestas do mundo e figura como um dos maiores produtores de madeira. Boa parte dessa produção é consumida internamente, embora somente uma pequena parcela seja convertida em edificações e componentes construtivos. No entanto, nos últimos anos quando houve expressivo crescimento do mercado imobiliário, novos sistemas construtivos foram introduzidos no Brasil com destaque para o sistema wood frame, atualmente utilizado inclusive na construção de habitações do Programa Minha Casa Minha Vida, o que pode ser um indicativo do potencial econômico da utilização da madeira como material construtivo. Diante deste contexto, este trabalho tem como objetivo caracterizar a tendência de aumento do uso da madeira na construção civil no Brasil através da introdução de novas tecnologias e iniciativas de promoção e fomento do uso do material, e compreender em que medida o caráter sustentável da madeira impacta neste processo. A pesquisa será desenvolvida em duas etapas. Na primeira, será feito um mapeamento sistêmico visando identificar quem são os atores envolvidos (empresas e instituições), os programas e quais são os produtos e tecnologias que estão sendo introduzidos. E em um segundo momento, será feita a seleção daqueles de maior representatividade, que se tornarão estudos de caso da pesquisa. Ao final do trabalho, espera-se caracterizar a tendência de aumento do uso da madeira na construção civil, destacando-se as principais iniciativas para este fim e identificar suas motivações e desafios. (AU)