Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da biocompatibilidade e do grau de conversão de sistemas adesivos experimentais contendo difenil iodônio hexafluorfosfato (DPHIF) e 10-metacriloiloxidecil dihidrogeniofosfato (10-MDP)

Processo: 16/17418-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Adilson Yoshio Furuse
Beneficiário:Saulo Rios da Conceição
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Materiais dentários   Polimerização   Cura luminosa de adesivos dentários   Adesivos dentinários   Propriedades mecânicas   Técnicas de fotoativação   Teste de biocompatibilidade   Análise de variância

Resumo

O uso de sistemas fotoiniciadores triplos, nos quais o difenil iodônio hexafluorfosfato (DPHIF) é adicionado ao sistema canforquinona/amina, pode resultar em aumento substancial no grau de conversão e nas propriedades mecânicas e biológicas. O presente trabalho tem por objetivo caracterizar através de análises de grau de conversão e biocompatibilidade sistemas adesivos experimentais contendo sistemas fotoiniciadores canforquinona/amina e canforquinona/amina/DPHIF associados a 10-MDP, fotoativados com um aparelho de LED convencional ou um de amplo espectro. O presente trabalho avaliará três fatores: sistema fotoiniciador (em dois níveis), concentração de 10-MDP (em três níveis) e aparelho fotoativador (em dois níveis). Duas variáveis de resposta serão estudadas: grau de conversão e biocompatibilidade. Adesivos experimentais serão manipulados contendo CQ/amina ou CQ/amina/DPIHP como fotoiniador e três concentrações diferentes de 10-MDP (0%, 3% ou 12%). O grau de conversão será avaliado através de FTIR-ATR. A biocompatibilidade será avaliada através de ensaios a viabilidade celular, MTT, violeta de cristal e microscopia eletrônica de varredura. Os adesivos experimentais serão fotoativados com dois aparelhos: fotoativador de LED com amplo espectro e fotoativador de LED convencional. Os dados serão analisados através de análise de variâncias e as possíveis correlações serão realizadas através de regressão linear e não linear (± = 0,05).