Busca avançada
Ano de início
Entree

O eu e o documentário australiano: sons e ecos de Down under

Processo: 17/03799-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 14 de agosto de 2017
Vigência (Término): 13 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Pesquisador responsável:Claudiney Rodrigues Carrasco
Beneficiário:Renan Paiva Chaves
Supervisor no Exterior: Deane Martin Williams
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Monash University, Austrália  
Vinculado à bolsa:16/09111-8 - Documentário e trilha sonora: os sons do eu, BP.DR
Assunto(s):Documentário

Resumo

Este projeto está vinculado à minha pesquisa de doutorado realizada na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com bolsa da Fundação de Pesquisa de São Paulo (FAPESP), intitulada "Documentário e trilha sonora: os sons do eu". Ela Faz parte de um estudo sobre som e música no cinema documentário que tenho realizado desde a minha graduação e mestrado, também com apoio da FAPESP. O estágio de pesquisa no exterior aqui proposto tem como objetivos gerais obter acesso a fontes fílmicas e videográficas localizadas em coleções e arquivos australianos que são fundamentais para o desenvolvimento da tese (fazendo parte do seu corpus filmográfico) e expandir, aprofundar e compartilhar questões teóricas e historiográficas com professores e outros pesquisadores da Austrália sobre a intersecção de três pilares da tese: documentário, som fílmico e o "eu". Espera-se que o estágio de pesquisa desempenhe um papel inestimável no desenvolvimento da minha tese, bem como nos estudos de documentário e de som fílmico no Brasil naquilo que diz respeito a assuntos contemporâneos relevantes (o "eu" nas narrativas audiovisuais e estudos do som). O estágio também enriquecerá nossa abordagem teórica e historiográfica através de um ponto de vista raro no Brasil, baseado em escritos australianos e no intercâmbio acadêmico entre membros da Unicamp e da Monash University. Através do acesso a filmes e escritos que não temos no Brasil, este intercâmbio abrirá novas fronteiras analíticas, aprofundando, expandindo e trazendo questões que de outra forma não emergiriam.