Busca avançada
Ano de início
Entree

Como o monômero funcional fosfatado 10-MDP e a solução de digluconato de clorexidina a 2% interagem em substratos dentinários hígido, cariado e erodido artificialmente

Processo: 17/18917-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Linda Wang
Beneficiário:Juliana Carvalho Jacomine
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Dentina   Cárie dentária   Dentística   Cálcio   Clorexidina   Adesivos dentinários   Erosão dentária

Resumo

Os sistemas adesivos universais representam uma categoria promissora, especialmente pelas propriedades do monômero funcional 10-MDP (10-metacriloiloxidecil di-hidrogênio fosfato), base desses sistemas, aliado a distintas possibilidades de técnica. Concomitantemente, a clorexidina (CHX) tem sido evidenciada como agente antiproteolítico em uma tentativa de evitar a degradação enzimática ocorrida na dentina em situações de desmineralização. Visto que os mecanismos de ação do 10-MDP e da CHX são dependentes da interação com o cálcio, o uso combinado destes produtos poderia invalidar os seus benefícios isolados. O objetivo deste trabalho é investigar a interação de CHX na forma mais usual, digluconato a 2%, e um sistema adesivo universal à base de 10-MDP, na versão autocondicionante, frente à resistência de união à dentina em diferentes substratos artificialmente produzidos, de cárie e erosão, frequentemente presentes no dia-a-dia clínico. Adicionalmente, uma caracterização complementar será realizada por meio da análise da camada híbrida em microscópio eletrônico de varredura (MEV) e da porcentagem dos componentes, em especial o cálcio, por meio do método de Espectroscopia de Energia Dispersiva (EDS/EDX). Para isso, cento e vinte terceiros molares hígidos serão preparados e randomizados em três grupos de avaliação de acordo com a condição dentinária: hígida (controle), cariada e erodida. Para cada grupo, metade dos espécimes de dentina serão tratados com água (controle) e a outra metade com solução aquosa de digluconato de clorexidina a 2%. Todos os espécimes serão restaurados com sistema adesivo Adper Single Bond Universal e resina composta Filtek Z250 antes das análises desejadas. Os dados serão submetidos à análise estatística para interpretação dos resultados. Com base neste delineamento experimental, daremos sequência aos trabalhos desta linha de pesquisa, enfatizando o fator substrato dentário e a disponibilidade de cálcio, visto que a maioria dos trabalhos ignora esta relevante condição. (AU)