Busca avançada
Ano de início
Entree

Integração entre SIG e MATLAB para automação do método de validação de zoneamento bioclimático baseado no desempenho

Processo: 18/00976-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 23 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Lucila Chebel Labaki
Beneficiário:Angélica Segovia Walsh García
Supervisor no Exterior: Daniel Costola
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Strathclyde, Escócia  
Vinculado à bolsa:17/14617-0 - Um novo método para a validação e definição de zoneamento bioclimático para edificações baseado no desempenho, BP.PD
Assunto(s):Adequação ambiental

Resumo

A validação do zoneamento bioclimático tem implicações importantes no panorama energético mundial, porém pouco se sabe sobre esse assunto. Um estudo recente, como parte do projeto de pesquisa de pós-doutorado desenvolvido no Brasil, introduziu um procedimento para abordar essa lacuna. Este procedimento consiste em quantificar o nível de concordância entre as zonas bioclimáticas e o desempenho energético de edificações. Para quantificar esse nível de concordância, são gerados mapas que mostram a variação do desempenho de edificações representativas. Esses mapas são comparados com os limites das zonas bioclimáticas fazendo uso de um novo índice de qualidade do zoneamento bioclimático, a Percentagem média de áreas classificadas incorretamente (Mean Percentage of Misplaced Areas - MPMA). Este índice é útil na identificação de qualidades e deficiências de metodologias de zoneamento bioclimático. No entanto, novas pesquisas são necessárias para aplicar esse método em cenários complexos. Um dos desafios para sua aplicação é a dificuldade de lidar com grande volume de dados, com diversas variáveis distribuídas no espaço. O tratamento de grande volume de dados acarreta incertezas e pode ser demorado. Novos avanços científicos recentes, como a programação, computação de alto desempenho e Sistemas de informação geográfica (SIG), permitem enfrentar essas complexidades. Apesar de tais avanços, há poucos estudos relacionados à validação do zoneamento bioclimático. Nesse contexto, este estudo propõe um procedimento para lidar com a complexidade da validação do zoneamento bioclimático, acoplando programação e SIG. Este procedimento explora a interoperabilidade entre o Mapping Toolbox de Matlab e o programa ArcGIS 10.5 para automatizar o pós-processamento de dados e calcular o índice qualidade do Zonemaneto bioclimático. O procedimento será testado usando resultados de simulações de uma edificação do parque imobiliário comercial dos EUA e as zonas bioclimáticas da ASHRAE. Os resultados dessa pesquisa permitirão uma continuação da mesma para testar a robustez do método de validação, fornecendo os meios para explorar cenários de validação complexos com eficiência e precisão. Os resultados deste estudo contribuirão para o desenvolvimento de um método sólido para explorar e validar as metodologias de zoneamento bioclimático, como o estudo de caso Brasileiro, objeto de estudo da pesquisa de Pós-doutorado desenvolvida na UNICAMP.