Busca avançada
Ano de início
Entree

Scheduling sustentável: desenvolvimento e implementação de um modelo híbrido para a programação de operações com base na heurística NEH e na avaliação de ciclo de vida (ACV)

Processo: 18/04626-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção
Pesquisador responsável:Diogo Aparecido Lopes Silva
Beneficiário:Gabriel Bazalia Victal do Prado
Instituição-sede: Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia (CCGT). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Sustentabilidade   Programação da produção   Scheduling   Gestão do ciclo de vida   Planejamento, programação e controle da produção   Controle da produção

Resumo

É objetivo das empresas proativas em relação às questões que envolvem o desenvolvimento sustentável, incluir em seus modelos de negócio, esforços para se reduzir o consumo de energia, aumentar a eficiência no uso de materiais, reduzir o consumo de água e minimizar as emissões de poluentes, não somente nos processos de fabricação, mas sim sob uma perspectiva de ciclo de vida do produto. Para tanto, é necessário realizar uma Gestão do Ciclo de Vida (GCV) de sistemas produtivos, e isso pode ser um desafio, pois ainda são escassas as soluções disponíveis para subsidiar a GCV de forma dinâmica, eficaz e que seja capaz também de se integrar aos processos de Planejamento e Controle da Produção (PCP) de uma empresa. Assim, este projeto de pesquisa objetiva desenvolver e aplicar um modelo que integre a GCV com o PCP, porém, com foco na programação (ou scheduling) da produção. Para isso, no contexto da GCV, será utilizada a técnica de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) como base para integrar aspectos de desempenho ambiental dentro do scheduling da produção, que será realizado a partir de um estudo de caso numa empresa produtora de etiquetas metálicas, utilizando a heurística NEH. A otimização da sequência de manufatura de etiquetas será dada pelo modelo a ser desenvolvido nesta pesquisa, com base nos critérios: maior margem de lucro, menor tempo de processamento e menor impacto ambiental. Assim, o resultado esperado será o desenvolvimento de um modelo que possibilite um scheduling mais sustentável, e que no futuro ele também possa ser adaptado para aplicações em diversos tipos de sistemas produtivos.