Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade espermática do jundiá, Rhamdia quelen, após ativação com diferentes soluções

Processo: 18/12921-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Eduardo Antonio Sanches
Beneficiário:Beatriz Soares Heitzman
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Registro. Registro , SP, Brasil
Assunto(s):Reprodução animal   Peixes   Sêmen   Espermatozoides animal   Motilidade espermática

Resumo

O Rhamdia quelen é uma espécie de boa aceitação comercial, além de fácil adaptação e manejo, aspectos importantes para intensificação da produção piscícola, para tanto, são necessários estudos que aprimorem a técnica de reprodução artificial, tais como parâmetros de motilidade espermática, características extremamente importantes e diretamente relacionadas com o sucesso de fertilização em peixes. O objetivo do experimento será avaliar a qualidade espermática do Rhamdia quelen utilizando frutose, glicose, sacarose, bicarbonato de sódio e cloreto de sódio como ativadores espermáticos nas concentrações de 40, 80, 120mM, respectivamente. Os machos serão obtidos de pisciculturas comerciais e alimentados com ração comercial (36% de PB). Na estação reprodutiva serão selecionados 12 peixes aptos a reprodução, sendo induzidos hormonalmente por meio de uma única dosagem aplicada na região dorsal, um total 2,5 mg de extrato bruto de hipófise de carpa - EBHC.kg-1. A coleta dos gametas será realizada após um período de 240 unidades térmicas acumuladas (horas-grau), sendo contadas a partir da aplicação hormonal. O sêmen dos 12 machos será separado em três pools de quatro machos cada. Cada pool será considerado como réplica em um delineamento experimental inteiramente casualizado, composto por 16 tratamentos, sendo estes pelas diferentes soluções ativadoras de frutose, glicose, sacarose, bicarbonato de sódio e cloreto de sódio contendo 40, 80, 120mM, além do tratamento controle (água destilada). Para o sêmen fresco (sem ativação) serão realizadas análises de concentração espermática, pH, integridade de membrana, osmolalidade do plasma, taxas de alterações morfológicas dos espermatozoides. Após ativação com as diferentes soluções, serão avaliados os parâmetros computadorizados de percentual de motilidade espermática, velocidade curvilinear, velocidade média de deslocamento, velocidade em linha reta, retilinearidade, oscilação, progressão, frequência do batimento transversal. Tais parâmetros espermáticos serão avaliados por meio do software IMAGEJ/ plugin CASA (Computer Assisted Sperm Analysis), com configurações adaptadas para a espécie. Os resultados serão submetidos à análise de variância (one-way ANOVA) a 5% de significância e em caso de efeito será aplicado teste de comparação de médias de Tukey ao mesmo nível de significância.