Busca avançada
Ano de início
Entree

Cana-de-açúcar adubada com silício: efeito de doses e cultivares

Processo: 18/17974-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Mônica Sartori de Camargo
Beneficiário:Natália Ganzaroli Bozza
Instituição-sede: Departamento de Descentralização do Desenvolvimento (APTA Regional). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal   Fertilidade do solo   Silício   Biomassa   Cana-de-açúcar   Uso eficiente da água   Sistema radicular

Resumo

O silício é um elemento benéfico para as plantas, sendo absorvido em grande quantidade pela cana-de-açúcar. Entretanto, ainda não se sabe se há um limite na sua absorção para cultivar tolerante e cultivar sensível de cana-de-açúcar. Assim, os objetivos serão avaliar o efeito do aumento das doses de silício em duas cultivares de cana-de-açúcar contrastantes em tolerância a seca quanto aos efeitos no teor de silício solúvel e atributos químicos do solo e nas variáveis biométricas, fisiológicas, produção de biomassa e sua absorção de Si e nutrientes. Será conduzido um experimento em blocos casualizados com doses de Si (0, 250, 500, 750, 1000 kg ha-1 Si), cultivares (tolerante à seca: RB86-7515; sensível à seca: RB85-5536) e 08 repetições. Na colheita aos 6 meses, serão feitas avaliações biométricas (altura, número de folhas totais e verdes), fisiológicas (clorofila a e b, conteúdo relativo de água, potencial hídrico foliar, extravasamento de eletrólitos), produção de biomassa da parte aérea e do sistema radicular, teor e acúmulo de si e nutrientes e eficiência do uso da água (água aplicada/biomassa).