Busca avançada
Ano de início
Entree

Cana-de-açúcar adubada com si sob déficit hídrico: efeito na nutrição e produção de biomassa

Processo: 20/00038-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Mônica Sartori de Camargo
Beneficiário:Gustavo Jonas Baltieri
Instituição-sede: Departamento de Descentralização do Desenvolvimento (APTA Regional). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Adubação   Solos   Silício   Biomassa   Cana-de-açúcar   Escassez de água   Sistema radicular   Delineamento experimental

Resumo

A adubação com silício (Si) tem mostrado benefícios para reduzir os danos da deficiência hídrica, mas ainda pouco se sabe sobre a cana-de-açúcar, que é uma planta acumuladora desse elemento benéfico. Assim, os objetivos serão avaliar o efeito da presença ou ausência de Si quanto às trocas gasosas e Si e nutrientes absorvidos pela parte aérea e raízes em cana-de-açúcar sob déficit hídrico. Será conduzido um experimento em blocos casualizados com e sem Si (0 e 1000 kg ha-1 Si), 2 cultivares (tolerante à seca: RB86-7515; sensível à seca: RB85-5536), sem e com déficit hídrico (100 e 55% da umidade do solo na capacidade de campo, respectivamente) e 10 repetições. O déficit hídrico será imposto em plantas aos 5 meses. Serão feitas avaliações de altura, número de folhas verdes, secas, índice SPAD, área foliar em edições de trocas gasosas em 5 avaliações ao longo do déficit. Na colheita, serão feitas avaliações biométricas (altura, número de folhas totais e verdes), fisiológicas (clorofila a e b, conteúdo relativo de água, potencial hídrico foliar, extravasamento de eletrólitos), trocas gasosas, produção de biomassa da parte aérea e do sistema radicular, teor e acúmulo de Si e nutrientes e eficiência do uso da água (água aplicada/ biomassa). (AU)