Busca avançada
Ano de início
Entree

Anamnese espiritual como protocolo clínico

Processo: 18/25196-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Teoria Antropológica
Pesquisador responsável:Rodrigo Ferreira Toniol
Beneficiário:Valentina Fongaro
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/05193-5 - Espiritualidade institucionalizada políticas públicas, usos clínicos e pesquisas médicas na legitimação da espiritualidade como fator de saúde no Brasil, AP.JP
Assunto(s):Antropologia da religião   Espiritualidade   Anamnese   Medicina   Clínica médica   Protocolos clínicos   Pessoal de saúde   Capacitação de recursos humanos em saúde

Resumo

Essa pesquisa de Iniciação Científica corresponde no projeto principal "Espiritualidade Institucionalizada: Políticas públicas, usos clínicos e pesquisas médicas na legitimação da espiritualidade como fator de saúde no Brasil" do Prof. Dr. Rodrigo Toniol, ao eixo de pesquisa dedicado à análise da presença e do uso da noção de espiritualidade na clínica médica. Desde 2012 o Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas da USP implementou a utilização da chamada "anamnese espiritual" como um protocolo de atendimento entre seus pacientes. Esse procedimento é um protocolo nacionalmente validado a partir de modelos definidos pelo médico psiquiatra vinculado a Universidade de Duke, Harold Koenig. Dois anos após o início da implementação, o IPq passou a oferecer um curso de formação para profissionais da saúde com o objetivo de difundir esse protocolo. Em 2016 o protocolo foi adotado pelo Hospital da Unicamp e passou a ser também lá aplicado. Esta pesquisa de Iniciação Científica concentrará seus esforços em analisar o processo de estabelecimento da "anamnese espiritual" como um protocolo válido e difundido no Brasil, especificamente nos hospitais universitários da USP e da Unicamp. Para tanto, consultará o material do curso de formação em anamnese espiritual, realizará entrevistas com os médicos pesquisadores responsáveis por esse protocolo e descreverá as controvérsias que deles derivaram.