Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação dos processos envolvidos na exploração e uso de nematóides entomopatogênicos no controle de pragas de solo em cana-de-açúcar e em outras culturas

Processo: 19/05698-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Julie Giovanna Chacon Orozco
Beneficiário:Julie Giovanna Chacon Orozco
Empresa:Rossam Nutrição e Serviços Ltda
CNAE: Atividades de apoio à agricultura
Vinculado ao auxílio:17/11021-0 - Novas estratégias para exploração e uso de nematóides entomopatogênicos no controle de pragas de solo em cana-de-açúcar e outras culturas/ambientes, AP.PIPE
Assunto(s):Controle biológico   Controle de pragas   Nematoides   Cana-de-açúcar   Bicudo da cana-de-açúcar

Resumo

O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar. Dentre as pragas que atacam a cultura, o bicudo da cana, Sphenophorus levis (Coleoptera: Curculionidae), tem ganhado destaque nos últimos anos devido à sua crescente disseminação e os grandes prejuízos causados ao setor sucroalcoleiro. Os métodos atuais recomendados para o controle desse inseto, tanto culturais, como baseados na aplicação de produtos químicos, não têm gerado resultados satisfatórios, principalmente em virtude do comportamento críptico do inseto. Uma alternativa para o manejo populacional dessa praga é a utilização de agentes de controle biológico, como os Nematoides Entomopatogênicos (NEPs), porém até o momento não há disponível no mercado um produto comercial a base desses entomopatógenos. Diante disso, esse projeto visa estudar os aspectos relacionados à produção, formulação, aplicação e eficiência de um produto comercial a base de NEPs, que seja eficiente para o controle de pragas de solo em cana-de-açúcar e em outras culturas/ambientes. A proposta é responder às questões de como o ágar e a aeração podem afetar a produção de NEPs pelo processo da esponja e fermentação líquida; como a combinação de duas espécies de NEPs pode incrementar o controle de S. levis e outras pragas de solo; e como a aplicação dos NEPs em mistura com vinhaça pode afetar a eficiência do agente no campo. Os métodos utilizados neste estudo incluem ensaios de produção de NEPs em esponjas e biorreatores; testes de virulência e formulações de NEPs; além de ensaios comportamentais com S. levis e sua atratividade à vinhaça. Este projeto terá como resultado o desenvolvimento de um produto capaz de atender a demanda iminente de uma alternativa eficiente e ecologicamente correta para o controle de pragas de solo em cana-de-açúcar e outras culturas, gerando impactos positivos do ponto de vista social e econômico ao país. (AU)