Busca avançada
Ano de início
Entree

Mudanças climáticas e ambientais na região da ITCZ da Colômbia documentadas a partir de dados isotópicos de oxigênio de espeleotemas

Processo: 19/16745-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Convênio/Acordo: National Science Foundation (NSF) e NSF’s Partnership for International Research and Education (PIRE)
Pesquisador responsável:Francisco William da Cruz Junior
Beneficiário:Nathalie Melissa Martinez Medina
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50085-3 - PIRE: educação e pesquisa em clima das Américas usando os exemplos de anéis de árvores e espeleotemas (PIRE-CREATE), AP.TEM
Assunto(s):Geoquímica isotópica   Espeleotemas   Colômbia   Paleoclima

Resumo

O sistema de monção sul-americano (SMSA) e zona de convergência intertropical (ZCIT) são responsáveis pela maior parte da convecção nas região (sub)tropical da América do Sul. Embora já existam estudos que demonstram que ambos sistemas são sensíveis a variabilidade solar, a interrelação entre a ZCIT e a SMSA ainda não foi bem documentada para o último milênio. A reconstituição de paleopluviosidade tem sido dificultada pela ausência de registros de alta resolução e precisamente datados no continente.Estudos anteriores reportaram que picos de variabilidade solar podem influenciar o transporte de umidade do oceano par ao continente, assim como a circulação associada a célula de Hadley. De forma investigar a influência da forçante solar sobre a ITCZ, pretende-se estudar registros isotópicos de espeleotemas da região SW da Colômbia no projeto de pesquisa para ser executado como parte do trabalho de mestrado.