Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um modelo de programação estocástica para a alocação ótima de baterias em redes de distribuição com geração fotovoltaica

Processo: 19/20296-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:John Fredy Franco Baquero
Beneficiário:João Fábio Barboza Merlin
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rosana. Rosana , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de distribuição de energia elétrica   Programação estocástica   Energia fotovoltaica   Modelos matemáticos

Resumo

O incremento esperado da geração fotovoltaica é um desafio para a operação do sistema de distribuição de energia elétrica (SDEE) devido a que o excesso dessa geração pode resultar em sobre tensões, sobrecargas e aumento nas perdas do sistema. Nesse contexto, dispositivos armazenadores de energia (baterias) podem ser usados para manter uma operação adequada do SDEE; dessa forma, poderiam ser satisfeitos os limites técnicos enquanto é aproveitada a geração renovável. Aspectos críticos para a utilização eficiente das baterias são a determinação dos melhores locais e tamanhos para sua instalação, com o intuito de garantir a viabilidade econômica e técnica dessa alocação. Este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de um modelo de Programação Estocástica que permita definir a alocação ótima de baterias (localização e tamanho) em um SDEE com alta penetração de geração fotovoltaica. Esse modelo de otimização matemática visa a minimização do custo de energia, enquanto garante a satisfação das restrições de operação dos equipamentos e da rede de distribuição, sob um conjunto de cenários de demanda e geração para um período determinado. O modelo será implementado na linguagem de modelagem matemática AMPL e resolvido com o solver CPLEX. O desempenho do modelo desenvolvido será avaliado por meio de testes em redes de distribuição da literatura especializada. (AU)