Busca avançada
Ano de início
Entree

Dendrocronologia aplicada no manejo de árvores de Peltogyne paniculata Benth. (roxinho) ocorrentes na Flona Jamari

Processo: 19/26350-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Manejo Florestal
Pesquisador responsável:Mario Tommasiello Filho
Beneficiário:Nathan de Oliveira Barreto
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50085-3 - PIRE: educação e pesquisa em clima das Américas usando os exemplos de anéis de árvores e espeleotemas (PIRE-CREATE), AP.TEM
Assunto(s):Anatomia da madeira   Dendrocronologia   Densidade da madeira   Árvores florestais   Corte (plantas)   Pfaffia paniculata   Biomassa   Amazônia

Resumo

O manejo florestal é uma importante atividade econômica no Brasil, para sua execução e planejamento o crescimento das árvores é uma das principais características que devem ser avaliadas, este é normalmente medido através de inventários florestais que monitoram algumas décadas do crescimento arbóreo. Entretanto, apresentam baixa sensibilidade temporal para identificar variações interanuais no clico de vida das árvores. A dendrocronologia viabiliza a análise anual dos anéis de crescimento, permitindo e viabilizando estudos da dinâmica histórico-ecológica das árvores para a delimitação dos diâmetros mínimos e ótimos de corte (DMC e DOC). Embora os estudos dendrocronológicos em espécies amazônicas tenham se diversificado e auxiliado no entendimento da dinâmica de crescimento de algumas espécies de interesse econômico, ainda há espécies pouco estudadas, como é o caso do roxinho, Peltogyne paniculata, uma das espécies de grande importância econômica no Brasil pelas características da sua madeira. Portanto o presente projeto tem como objetivos: (I) descrever a anatomia e o perfil de microdensidade dos anéis de crescimento formados nas árvores de P. paniculata; (II) analisar a periodicidade na formação dos anéis de crescimento, determinar a idade e construir cronologias de largura e densidade da madeira; (III) reconstruir as curvas de crescimento em diâmetro, área basal e biomassa da espécie e indicar o diâmetro mínimo e ciclo de corte das árvores de P. paniculata. A presente proposta fará uso das amostras coletadas para o projeto FAPESP-Doutorado (2018/22914-8) com o apoio financeiro do Projeto FAPESP-NSF (2017/50085-3).