Busca avançada
Ano de início
Entree

Sinterização de aluminetos de titânio com adição de co e Ni

Processo: 20/04177-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Juliano Soyama
Beneficiário:Lorenzo Quaglio
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Metalurgia do pó   Titânio   Ligas   Sinterização   Microestruturas   Processos de fabricação

Resumo

Aluminetos de titânio são intermetálicos de baixa densidade e consequentemente alta resistência específica. Essas características os tornam potenciais candidatos a substituir superligas de níquel. Entretanto, um fator limitante para sua utilização é a dificuldade de processamento, que por técnicas convencionais é possível apenas a custos elevados. Consequentemente, técnicas alternativas de fabricação, como a metalurgia do pó, que oferecem grandes vantagens de processamento são extremamente interessantes nesse contexto. A metalurgia do pó é capaz de fornecer materiais com microestrutura fina, livre de segregações e, em muitos casos, o processo pode ser ajustado para uma condição near-net shape, que reduz consideravelmente os custos de produção. Apesar disso, o processamento por metalurgia do pó, no caso dos aluminetos de titânio, requer normalmente adaptações para facilitar sua consolidação, por exemplo, através de adições de elementos de liga que facilitem a sinterização. Consequentemente, o presente projeto de pesquisa objetiva investigar o comportamento de sinterização de binários Ti-Al e também a adição de elementos de liga Co e Ni formando ternários Ti-Al-Co e Ti-Al-Ni. Esses elementos de liga são potenciais facilitadores de sinterização e densificação.