Busca avançada
Ano de início
Entree

Implicações da pandemia de covid-19 nos aspectos psicossociais e na capacidade para o trabalho em trabalhadores brasileiros: estudo longitudinal

Processo: 20/16183-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 31 de maio de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Tatiana de Oliveira Sato
Beneficiário:Marcela Alves Andrade
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):COVID-19   Fatores psicossociais   Saúde do trabalhador

Resumo

A pandemia de COVID-19 trouxe preocupações relacionadas à contaminação e também às consequências econômicas, causadas pelo isolamento social. Trabalhadores informais tiveram que deixar de trabalhar, reduzindo a renda familiar. Em contrapartida, os trabalhadores de setores considerados essenciais; como os trabalhadores da saúde, alguns setores do comércio, segurança pública e motoristas, continuaram trabalhando e ainda sofrendo com o medo de adoecer devido ao alto risco de contaminação no local de trabalho. Outros trabalhadores, os de home office, enfrentam a necessidade de trabalhar em casa, mediante condições de mobiliário e ambientais nem sempre adequadas e tendo que lidar com novas tecnologias para comunicação. Assim, o cenário atual envolve aspectos psicossociais altamente desfavoráveis para a saúde dos trabalhadores, o que pode comprometer a capacidade para o trabalho. Objetivo: Avaliar os aspectos psicossociais e a capacidade para o trabalho em trabalhadores de diversos setores econômicos, com acompanhamento longitudinal durante 12 meses. Métodos: Participarão deste estudo trabalhadores de diversos setores econômicos, por meio de um levantamento de informações feito via internet. As avaliações envolvem dados de linha de base e avaliações trimestrais, durante 12 meses. Na avaliação na linha de base serão utilizados três instrumentos: 1. Questionário sociodemográfico e ocupacional; 2. Questionário Psicossocial de Copenhagen II (COPSOQ II-Br) versão curta; e 3. Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT). A avaliação trimestral envolverá aspectos relacionados à saúde e capacidade para o trabalho. Resultados esperados: Espera-se compreender como a pandemia afeta os aspectos psicossociais e a capacidade para o trabalho de acordo com a ocupação do trabalhador. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)