Busca avançada
Ano de início
Entree

Cérebro, mente e consciência: estudo comparativo entre as concepções metapsicológicas freudianas e algumas teorias contemporâneas

Processo: 05/54840-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2005
Vigência (Término): 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Epistemologia
Pesquisador responsável:Richard Theisen Simanke
Beneficiário:Caroline de Oliveira Bertolino
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Metapsicologia   Reducionismo   Consciência (personalidade)

Resumo

A concepção freudiana de um inconsciente psíquico inaugura, para a metapsicologia, o problema das relações entre a mente consciente e os processos mentais inconscientes que os condicionam, assim como o da própria conceitualização da consciência, a partir do momento em que está se desvincula da natureza essencial do psíquico. Assim, os trabalhos metapsicológicos retomam continuamente a essa questão, mesmo que não de forma sistemática ou exaustiva, sendo necessária uma leitura longitudinal bastante minuciosa da obra de Freud para aí identificar todas as suas referências ao problema. O presente trabalho propõe-se, em primeiro lugar a essa leitura, ao levantamento, identificação e discussão das formulações de Freud sobre o problema da consciência. Em segundo lugar, propõe-se a considerá-las sobre o pano de fundo constituído pelas teorias da consciência encontráveis na literatura filosófica e psicológica contemporânea e que sejam representativas das opções teóricas que abrem nesse campo de investigação. (AU)