Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de silicatos de cálcio dopados com crômio obtidos a partir de casca de arroz

Processo: 04/10175-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2004
Vigência (Término): 30 de abril de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Flávio Aparecido Rodrigues
Beneficiário:Renato Pires Do Amorim
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/09644-6 - Preparo e caracterização de cimentos obtidos a partir de casca de arroz, AP.JP
Assunto(s):Biomassa   Cascas de arroz   Cerâmica (materiais de construção)   Cimento reforçado com fibras   Silicatos   Construção civil

Resumo

A casca de arroz é um resíduo agrícola contendo aproximadamente 20% de sílica em sua estrutura. Usualmente, esse material é queimado nos campos gerando finas partículas de sílica que podem causar danos respiratórios e prejuízo ao meio ambiente. Esse trabalho descreve o uso da cinza casca de arroz como matéria-prima para preparar beta-Ca2SiO4 dopado com crômio. O Ca2SiO4 é um componente do cimento Portland e apresenta propriedades adesivas e aglutinantes. O aquecimento da casca de arroz a 600ºC gera sílica(cristobalita) com área superficial de 21m2g-1. Esse material é misturado com CaO e BrCI2.2H2O e Cr2O3, em proporções estequiométricas, resultando em materiais com composição química dada por (Ca1.96-xBaO.O4Crx)SiO4, sendo "x" o teor de inserção de crômio na estrutura. Os sólidos são misturados com água 1:20 (w/w) e colocados no banho de ultra-som por 60 minutos. Após isso, a suspensão é seca em estufa e na seqüência aquecida a diversas temperaturas (de 500ºC à 1100ºC). A análise dos resultados é feita por espectroscopia vibracional na região do infravermelho, difração de raios-X e análise térmica. Resultados preliminares indicam que cimentos com estrutura similar à do ?-Ca2SiO4 foram obtidos a temperaturas da ordem de 800ºC de acordo com a composição química. Este projeto visa estudar o processo de síntese destes materiais, suas características quanto à cinética de hidratação, durabilidade e resistência mecânica. (AU)