Busca avançada
Ano de início
Entree

Fenomenologia de partículas elementares no LHC

Processo: 02/13682-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 31 de março de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Oscar José Pinto Eboli
Beneficiário:Sergio Morais Lietti
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bóson de Higgs   Fenomenologia (física de partículas)   Grande Colisor de Hádrons   Modelo padrão estendido   Lagrangianas efetivas

Resumo

O Modelo Padrão é a "teoria" mais aceita e comprovada experimentalmente na Física de Partículas Elementares. Entretanto, alguns aspectos do modelo não são bem entendidos, tais como o mecanismo responsável pela quebra de simetria SU(2)xU(1) e o espectro de massas das gerações fermiônicas, entre outros. Para solucionar esses problemas, o CERN está construindo um anel de colisão próton-próton com energia de centro de massa de 14 TeV, o Large Hadron Collider (LHC). A detecção do bóson de Higgs e o conseqüente entendimento do mecanismo de quebra de simetria SU(2)xU(1) é um dos principais objetivos do LHC. Neste projeto pretendemos estudar a fenomenologia de Partículas Elementares no LHC, considerando efeitos de uma Nova Física nos acoplamentos do bóson de Higgs e dos bósons vetoriais. Consideraremos também a possibilidade da existência de novas partículas, tais como léptons excitados e o Rádion, uma partícula escalar que aparece em teorias de dimensões extras. Esses estudos serão feitos através da escolha de processos convenientes no LHC. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)