Busca avançada
Ano de início
Entree

Sintaxe, semântica e pragmática de foco e tópico na língua karitiana

Processo: 10/08571-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de agosto de 2010
Vigência (Término): 29 de junho de 2011
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Luciana Raccanello Storto
Beneficiário:Luciana Raccanello Storto
Anfitrião: Caroline Heycock
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Edinburgh, Escócia  
Assunto(s):Sintaxe   Pragmática   Semântica   Línguas indígenas

Resumo

Neste Projeto de Pesquisa no Exterior, a pesquisa iniciada por mim de descrição e análise da língua indígena Karitiana terá continuidade, desta vez avançando para a interface entre sintaxe, semântica e pragmática. O trabalho feito até o momento testou teorias formais e experimentais à luz desta língua indigena, assim contribuindo para a literatura em fonologia de laboratório, sintaxe gerativa e semântica formal. Atualmente, a descrição da língua está avançada o suficiente para que novos desafios sejam enfrentados, como explicar a variação existente na ordem de constituintes da língua a partir de teorias formais de sintaxe e semântica, mas levando em conta também a pragmática. Os temas privilegiados para estudo serão tópico e foco. A colaboração com Caroline Heycock, da Universidade de Edimburgo, na Escócia, será fundamental para o desenvolvimento da pesquisa, já que se trata de uma das maiores especialistas mundiais em clivadas, movimento verbal em línguas germânicas, e tópico e foco em Japonês. O projeto prevê a digitalização de textos na língua Karitiana previamente gravados em K-7, análise entonacional, transcrição, análise sintática, semântica e pragmática e uma avaliação da literatura frente aos dados, assim como apresentações dos resultados do trabalho em conferências e workshops na Escócia, França e Inglaterra. Serão escritos três artigos no período (setembro de 2010 a agosto de 2011), a serem enviados para publicação em periódicos internacionais de grande circulação. O Projeto de Pesquisa no Exterior desenvolvido dará subsídios para uma tese de Livre-Docência, e para um novo curso de pós-graduação a ser credenciado no Departamento de linguística da USP sobre o tema "metodologias de descrição e análise de foco, tópico e variação na ordem de constituintes". A produção resultante do estágio contribuirá para a literatura linguística sobre tópico e foco. (AU)