Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da geoquímica de isótopos estáveis (O e C) e elementos traços na obtenção de registros paleoclimáticos quaternários em espeleotemas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil

Processo: 99/01602-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 1999
Vigência (Término): 31 de maio de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Ivo Karmann
Beneficiário:Francisco William da Cruz Junior
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Espeleotemas   Geoquímica isotópica   Isótopos estáveis   Paleoclimatologia

Resumo

A pesquisa em questão propõe a utilização de espeleotemas como registro paleoclimático e paleoambiental em cavernas situadas em duas regiões cársticas com distintas características ambientais: Vale do Ribeira-SP e Serra Geral - Go. O estudo baseia-se na análise sistemática de isótopos estáveis de O e C, e datações radiométricas pelo método Th230/U234 em seqüências quaternárias, abrangendo em muitos casos, intervalos de tempo do recente até mais de cem mil anos. No sentido de fundamentar as condições de equilíbrio isotópico e a datação dos espeleotemas, como também, apoiar as evidências de mudanças climáticas, serão realizados estudos mineralógicos, petrográficos e da geoquímica de elementos maiores e traços como Ca, Mg, Ba, Sr e Zn. Desta forma, pretende-se identificar registros favoráveis de espeleotemas que possibilitem, assim, refinar os sinais de mudanças paleoclimáticas quaternárias em regiões com média a baixa latitude, como reflexo da atuação de eventos glaciais a interglaciais no continente Sul-Americano. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JUNIOR, Francisco William da Cruz. Estudo paleoclimático e paleoambiental a partir de registros geoquímicos quaternários em espeleotemas das regiões de Iporanga (SP) e Botuverá (SC). 2003. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Geociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.