Busca avançada
Ano de início
Entree

Ivo Karmann

CV Lattes


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Geociências (IGC)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Geologia pela Universidade de São Paulo (1982), mestrado em Geociências (Geoquímica e Geotectônica) pela Universidade de São Paulo (1987) e doutorado em Geociências (Geoquímica e Geotectônica) pela Universidade de São Paulo (1994). Realizou estágio e cursos de doutorado junto à McMaster University (Canadá), entre 1989 e 1992. Atualmente é professor associado do Instituto de Geociencias da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Hidrogeologia, atuando principalmente nos seguintes temas: geomorfologia e hidrologia do carste, geologia de cavernas (espeleogênese) e seus registros paleoclimáticos do Quaternário. Professor Associado Sênior junto ao Instituto de Geociências da USP desde 2019, bolsista de produtividade em pesquisa CNPq nivel 1D entre 2000 e 2019. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 13/08/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

SP Pesquisa - Paleoclimatologia - 1º Bloco


Publicado em 21 de junho de 2015 - SP Pesquisa - Paleoclimatologia - 1º Bloco. Pesquisadores da USP que estudam cavernas, o fundo mar e florestas se juntaram numa ciência chamada Paleoclimatologia. Cada um à sua maneira, eles querem mapear o clima do passado. O biólogo marinho consegue enxergar nas bactérias calcificadas no fundo do mar informações sobre o clima de milhares de anos atrás. O geólogo visita cavernas, observa estalagmites e estalactites e delas consegue extrair dados sobre as chuvas do passado e ainda dizer de onde elas vieram. O biólogo que estuda testemunhos de árvores também consegue observar dados sobre as chuvas e a temperatura no passado. O programa acompanha essas três pesquisas e conta como os cientistas descobrem informações sobre o clima do passado e para que isso serve.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: