Busca avançada
Ano de início
Entree

Diagnóstico de estrongiloidíase humana utilizando as técnicas de ELISA e imunofluorescência

Processo: 00/09782-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2000
Vigência (Término): 31 de outubro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Vicente Amato Neto
Beneficiário:Carla Rodrigues Rigo
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estrongiloidíase   Strongyloides stercoralis   ELISA em animal

Resumo

O principal agente causador da estrongiloidíase humana é o Strongyloides stercoralis. A infecção é geralmente assintomática, mas podem ocorrer variações da severidade dos sintomas clínicos decorrente da capacidade do parasito em causar auto-infecção. O diagnóstico da estrongiloidíase, geralmente, é realizado pela visualização de larvas em amostras fecais, pelos métodos de Baermann e Rugai, mas a sensibilidade e especificidade dos mesmos são questionadas devido ao caráter intermitente da liberação dessas. Testes imunológicos, utilizando S. stercoralis como antígeno, têm sido considerados complementos essenciais para o diagnóstico da estrongiloidíase, mas é relatado a incidência de reações cruzadas com outros patógenos. Este trabalho visa padronizar as técnicas imunodiagnósticas de ELISA e imunofluorescência utilizando como antígeno extrato de larvas filarióides de Strongyloides venezuelensis. Esta espécie é infectante em roedores, e possui reação cruzada com antígenos de S. stercoralis presentes nos soros de pacientes, o que permite utilizá-los para diagnosticar a estrongiloidíase humana, e poderá diminuir o número de resultados falso-positivos devido a reações cruzadas: e o risco de contaminação dos técnicos no laboratório. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RIGO, Carla Rodrigues. Avaliação da resposta imune humoral frente a antígenos de Strongyloides venezuelensis. 2003. 115 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Medicina Tropical de São Paulo São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.