Busca avançada
Ano de início
Entree

Reabilitacao psicossocial de pacientes psiquiatricos com longa historia de internacao: um estudo por meio do acompanhamento terapeutico.

Processo: 97/04025-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 1997
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 1999
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Almir Del Prette
Beneficiário:Alessandra de Araujo
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (ProPGP). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde mental   Acompanhamento terapêutico   Reabilitação psicossocial   Educação especial   Desinstitucionalização   Psicologia clínica

Resumo

Nas últimas décadas, a área da saúde mental vem passando por mudanças significativas nos campos teóricos, prático, político e social. O questionamento do antigo modelo, que consistia basicamente no cuidado e atenção oferecidos em instituições isoladas, marcados pelo estigma e desvalorização das potencialidades dos internos, toma forma através do movimento de desinstitucionalização. Tal movimento, iniciado em alguns países da Europa e nos Estados Unidos, após a Segunda Guerra Mundial, caracteriza-se pelo oferecimento de atendimento ao doente mental e sua família através de serviços na comunidade local, dispensando, portanto, a internação prolongada nos denominados asilos e manicômios. O Brasil passou a fazer parte do movimento de desinstitucionalização na década de oitenta, época de abertura política no país. Apesar dos vinte anos de luta pela efetivação do novo modelo no país, com exceção de algumas instituições, ainda encontramo-nos distante da reintegração dos chamados "loucos" ao meio social, bem como da garantia de seu atendimento e cuidado nos serviços na comunidade. Frente ao desafio da efetivação de tais mudanças e a escassa bibliografia nacional sobre o assunto, o atual estudo se propõe a investigar o processo de reabilitação psicossocial de pacientes com longa história de internação. Tem como objetivo relatar um trabalho de intervenção, a ser realizado com esta clientela por meio do acompanhamento terapêutico, que consiste basicamente em saídas pela cidade, monitorado pela própria pesquisadora, nas quais os pacientes possam entrar em contato com o mundo social, aprender ou reaprender atividades fundamentais para a vida em comunidade, exercitar suas potencialidades, resgatar sua história e subjetividade, expressar sua criatividade etc. Os participantes do estudo serão seis pacientes do sexo feminino com uma média de idade de 50 anos, "moradores" do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, localizado no município de Campinas. Será realizada uma entrevista semi-estruturada com cada participante a fim de melhor preparar o roteiro das saídas. Os dados serão armazenados de forma descritiva em um diário de campo e a análise dos mesmos será realizada a partir de uma abordagem qualitativa, através da elaboração de categorias baseadas nos aspectos importantes para a reabilitação psicossocial da clientela estudada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)