Busca avançada
Ano de início
Entree


Diagnóstico de leucemia linfóide auxiliado por computador

Texto completo
Autor(es):
Daniela Mayumi Ushizima
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Carlos.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos
Data de defesa:
Membros da banca:
Luciano da Fontoura Costa; André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho; Roberto Marcondes Cesar Junior; Alexandre Xavier Falcão; Alberto Tannus
Orientador: Luciano da Fontoura Costa
Resumo

O presente trabalho de doutorado visa estudar o diagnóstico de leucemias por meio de processamento das imagens de microscópio óptico de transmissão, em colaboração com médicos hematologistas do HC-FMRP-USP e sob supervisão do Prof. Dr. Marco Zago. Como nem todas as leucemias podem ser diagnosticadas por meio de parâmetros visuais, apenas os casos de leucemia linfóide serão considerados, uma vez que esses são casos onde as células podem ser classificadas visualmente com precisão. A análise citológica é feita por especialistas humanos, cotidianamente em casos de contagem do número de leucócitos e se limitam à avaliação de um número reduzido de amostras pois é uma tarefa repetitiva, minuciosa e especializada. Com a automação desse processo, há possibilidade de maior número de análises de imagens, com geração de informações estatísticas a respeito das células presentes em amostras de sangue. O reconhecimento automático da célula envolve três etapas básicas: a segmentação da imagem, a extração de características e a classificação. A técnica de reconhecimento de padrões adotada para segmentação das imagens de esfregaços de sangue utiliza aprendizagem supervisionada por cor no espaço RGB, gerando imagens binárias contendo as diferentes regiões de interesse: núcleo, citoplasma, fundo e hemácia. O usuário pode treinar o classificador para uma imagem de esfregaço de sangue periférico, segmentar, filtrar e processar várias medidas das ROIs, particularmente do núcleo e citoplasma, considerando parâmetros de forma, textura e cor. A contribuição desse projeto está na elaboração de programas de interface amigável tanto para reconhecimento de padrões quanto para seleção de característica e mineração de dados. O programa de reconhecimento de padrões é baseado em casos de leucócitos normais, de leucemia linfóide crônica, prolinfocítica e tricoleucemia. Para desenvolvimento do programa de reconhecimento de padrões foi necessária uma grande base de dados, que hoje conta com aproximadamente 1.439 imagens, onde cerca de 1.058 são de leucócitos normais e cerca de 381 de leucêmicos (AU)

Processo FAPESP: 00/08266-0 - Diagnóstico de leucemia linfóide auxiliado por computador
Beneficiário:Daniela Mayumi Ushizima
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado