Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito da clorexidina na reidratação da dentina irradiada com laser Er:YAG após envelhecimento

Texto completo
Autor(es):
Daniel Galafassi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Silmara Aparecida Milori Corona; Bruno Carlini Junior; Vinícius Rangel Geraldo Martins; Fernanda de Carvalho Panzeri Pires de Souza; Camila Tirapelli
Orientador: Silmara Aparecida Milori Corona
Resumo

Esse estudo in vitro avaliou a resistência adesiva da dentina preparada com laser de Er:YAG ou broca, reidratada com clorexidina ou água deionizada, após armazenamento em saliva artificial e termociclagem. Cento e vinte terceiros molares humanos hígidos foram seccionados no terço médio da coroa, expondo a superfície dentinária (n=10). Os espécimes foram divididos aleatóriamente de acordo com o tratamento [laser de Er:YAG + reidratação com água deionizada (LW), laser de Er:YAG + reidratação com clorexidina a 2% (LC), turbina de alta-rotação com broca #245 + reidratação com água deionizada (TW) e turbina de alta-rotação com broca #245 + reidratação com clorexidina a 2% (TC)]. Após o preparo da dentina, os espécimes foram condicionados com ácido fosfórico 35%, lavados e secos com ar. A reidratação da dentina foi realizada através da aplicação de 1.5!L de água deionizada ou clorexidina 2%. Um sistema adesivo etch and rinse foi aplicado seguido da restauração com resina composta. Em cada grupo os espécimes foram sub-divididos de acordo com o envelhecimento [24 horas de armazenamento em saliva artificial / sem termociclagem (NA); 6 meses de armazenamento em saliva artificial / 12.000 ciclos térmicos (6A); 12 meses de armazenamento em saliva artificial / 24.000 ciclos térmicos(12A)]. Após cada período de envelhecimento, os dentes foram seccionados a fim de se obter 4 palitos com area de ±1.0 mm2, que foram submetidos ao teste de microtração usando uma máquina universal de testes com velocidade de 0.5 mm/min. Para a análise da interface adesiva em MEV foram utilizados 36 terceiros molares hígidos (n = 3) que foram restaurados e envelhecidos como descrito no protocolo empregado para o teste adesivo. ANOVA a dois critérios mostrou que não houve diferença significante para a interação entre os fatores e para o fator envelhecimento. O teste de Tukey 5% mostrou que o grupo LC apresentou os menores valores de resistência adesiva. A análise da interface adesiva através da MEV demonstrou que para os grupos irradiados houve formação de camada híbrida irregular com presença de fendas e o envelhecimento não interferiu na morfologia da interface adesiva. A reidratação com clorexidina influenciou negativamente a resistência adesiva do prepare com laser de Er:YAG. O envelhecimento em saliva artificial e termociclagem não interferiram na resistência adesiva da dentina. (AU)

Processo FAPESP: 08/09042-0 - Efeito da clorexidina na preservação da camada híbrida e resistência adesiva da dentina preparada com laser de er:yag: estudo in vitro
Beneficiário:Daniel Galafassi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado