Busca avançada
Ano de início
Entree


Desenvolvimento de sistemas de liberação modificada a base de zeína e quitosana para repelentes botânicos visando o controle de mosca-branca (Bemisia tabaci) em diferentes culturas

Texto completo
Autor(es):
Jhones Luiz de Oliveira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Câmpus de Sorocaba).
Data de defesa:
Membros da banca:
Hudson Wallace Pereira de Carvalho; Daniel Junior de Andrade; Halley Caixeta de Oliveira; Marystela Ferreira
Orientador: Leonardo Fernandes Fraceto
Resumo

Os artrópodes tem sido uma das principais causas de perdas agrícolas em todo o mundo. Só no Brasil essas perdas podem chegar a 7,7 % ao ano. A utilização extensiva de pesticidas sintéticos tem sido a principal forma de controle deste tipo de praga, no entanto, os efeitos adversos destes compostos tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana tem motivado a busca por alternativas menos impactantes. Neste contexto, diversos mecanismos estão sendo estudados a fim de minimizar estes danos, como por exemplo, o desenvolvimento de sistemas de liberação modificada, utilizando polímeros biodegradáveis e proteínas. Aliado a isto, a utilização de pesticidas botânicos também tem demostrado potencialidade para o combate a essas pragas, devido aos menores impactos causados por esses produtos de origem natural. Portanto, o presente trabalho apresenta o desenvolvimento (preparo e caracterização) de sistemas nanocarreadores produzidos a partir dos polímeros quitosana e goma arábica e da proteína zeína para os compostos botânicos (geraniol, citronelal, eugenol e cinamaldeído), bem como, os potenciais efeitos cito e fitotóxicos destes sistemas. Ademais foram também realizados ensaios de atividade biológica destes sistemas em pragas agrícolas (mosca-branca, ácaro-rajado e lagarta falsamedideira). Os compostos botânicos apresentaram elevada eficiência de encapsulação em ambos os sistemas carreadores, sendo que os sistemas foram capazes de proteger os compostos contra uma degradação premat... (AU)

Processo FAPESP: 14/20286-9 - Desenvolvimento de sistemas de liberação modificada a base de zeína e quitosana para repelentes botânicos visando o controle de mosca-branca (Bemisia tabaci) em diferentes culturas
Beneficiário:Jhones Luiz de Oliveira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado