Busca avançada
Ano de início
Entree


Aspectos semânticos na representação de textos para classificação automática

Texto completo
Autor(es):
Roberta Akemi Sinoara
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Carlos.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação
Data de defesa:
Membros da banca:
Solange Oliveira Rezende; Sandra Maria Aluisio; Frederico Luiz Gonçalves de Freitas; Leandro Nunes de Castro Silva
Orientador: Solange Oliveira Rezende
Resumo

Dada a grande quantidade e diversidade de dados textuais sendo criados diariamente, as aplicações do processo de Mineração de Textos são inúmeras e variadas. Nesse processo, a qualidade da solução final depende, em parte, do modelo de representação de textos adotado. Por se tratar de textos em língua natural, relações sintáticas e semânticas influenciam o seu significado. No entanto, modelos tradicionais de representação de textos se limitam às palavras, não sendo possível diferenciar documentos que possuem o mesmo vocabulário, mas que apresentam visões diferentes sobre um mesmo assunto. Nesse contexto, este trabalho foi motivado pela diversidade das aplicações da tarefa de classificação automática de textos, pelo potencial das representações no modelo espaço-vetorial e pela lacuna referente ao tratamento da semântica inerente aos dados em língua natural. O seu desenvolvimento teve o propósito geral de avançar as pesquisas da área de Mineração de Textos em relação à incorporação de aspectos semânticos na representação de coleções de documentos. Um mapeamento sistemático da literatura da área foi realizado e os problemas de classificação foram categorizados em relação à complexidade semântica envolvida. Aspectos semânticos foram abordados com a proposta, bem como o desenvolvimento e a avaliação de sete modelos de representação de textos: (i) gBoED, modelo que incorpora a semântica obtida por meio de conhecimento do domínio; (ii) Uni-based, modelo que incorpora a semântica por meio da desambiguação lexical de sentidos e hiperônimos de conceitos; (iii) SR-based Terms e SR-based Sentences, modelos que incorporam a semântica por meio de anotações de papéis semânticos; (iv) NASARIdocs, Babel2Vec e NASARI+Babel2Vec, modelos que incorporam a semântica por meio de desambiguação lexical de sentidos e embeddings de palavras e conceitos. Representações de coleções de documentos geradas com os modelos propostos e outros da literatura foram analisadas e avaliadas na classificação automática de textos, considerando datasets de diferentes níveis de complexidade semântica. As propostas gBoED, Uni-based, SR-based Terms e SR-based Sentences apresentam atributos mais expressivos e possibilitam uma melhor interpretação da representação dos documentos. Já as propostas NASARIdocs, Babel2Vec e NASARI+Babel2Vec incorporam, de maneira latente, a semântica obtida de embeddings geradas a partir de uma grande quantidade de documentos externos. Essa propriedade tem um impacto positivo na performance de classificação. (AU)

Processo FAPESP: 13/14757-6 - Incorporação da semântica na construção de websensors
Beneficiário:Roberta Akemi Sinoara
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado