Busca avançada
Ano de início
Entree


Neuroimagem nos pacientes com neuronopatia sensitiva : Neuroimaging in patients with sensory neuronopathy

Texto completo
Autor(es):
Raphael Fernandes Casseb
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Orientador: Marcondes Cavalcante França Junior
Resumo

Introdução: As neuronopatias sensitivas (NS) constituem um subgrupo de doenças do sistema nervoso periférico cuja característica mais marcante é a degeneração primária dos gânglios da raiz dorsal, gerando déficits de sensibilidade em muitos pontos do corpo. Pelo mesmo motivo, observa-se a perda da coordenação plena dos movimentos, ainda que áreas cerebrais motoras permaneçam intactas. Além disso, a doença pode se antecipar aos sintomas da enfermidade subjacente (como o câncer de pulmão), e, portanto, o diagnóstico precoce das NSs é fundamental para guiar a conduta médica. Por ser um quadro de déficit quase exclusivamente sensorial, torna-se um modelo valioso no estudo da integração sensório-motora. Objetivos: Avaliar o padrão de alteração no cérebro e na medula espinal destes pacientes utilizando a técnica de MRI, almejando identificar novas ferramentas diagnósticas e entender os mecanismos envolvidos com a doença. Métodos: Foram adquiridas imagens estruturais (difusão, T1 e T2) e funcionais (T2*) de 36 pacientes com NS (52±11 anos; 17 mulheres) definida de acordo com critérios clínico-eletrofiosiológicos. Para avaliar os efeitos da deaferentação sensitiva sobre o cérebro, foram feitas análises estruturais estratificadas em substância cinzenta (VBM e volumetria baseada na segmentação "multi-atlas" - SMA) e substância branca (TBSS e análise de parâmetros baseados na SMA). Paralelamente, investigamos alterações no padrão de ativação motora utilizando um paradigma em bloco de finger-tapping. Para identificar um novo marcador diagnóstico, foi feita uma análise dos parâmetros de DTI no funículo posterior da medula espinal, comparando pacientes com NS, com polineuropatia sensitiva (PN) e controles. Resultados: Nos pacientes com NS crônica (duração ? 4 anos) identificamos aumento volumétrico simétrico dos núcleos caudados e redução de volume na porção posterior do bulbo. Em termos microestruturais, houve alterações em tratos que conectam tálamo e gânglios da base. Em relação às alterações funcionais, os resultados relacionados à tarefa motora apontaram uma diferença na ativação cerebral como consequência da falta de propriocepção, especificamente nas regiões parietais posteriores e nas áreas mediais do cerebelo. Os pacientes com NS tiveram redução significativa da anisotropia fracional média no funículo posterior da medula espinal comparado com controles e indivíduos com PN (p=0,027). Este parâmetro de imagem foi capaz de discriminar entre os grupos com uma sensibilidade de 86% e uma especificidade de 71% (área sob a curva = 0.838) Discussão e conclusão: A análise do DTI de medula cervical parece ser uma ferramenta poderosa para auxiliar o diagnóstico das NSs, e poderia ser adicionada ao conjunto de investigações realizadas nos pacientes. Os achados estruturais reforçam a hipótese de uma plasticidade neuronal nos núcleos da base do cérebro cronicamente deaferentado, ressaltado pela hipertrofia do núcleo caudado. Além disso, alterações de substância branca vizinhas ao caudado e ao tálamo parecem corroborar a hipótese de dano na circuitaria que envolve os núcleos da base. Estas informações nos induziram a sugerir que uma via recentemente identificada entre o tálamo e o estriado tivesse papel inibitório, dentro de um esquema de integração sensório-motor (AU)

Processo FAPESP: 14/15918-6 - Avaliação do padrão de ativação motora de pacientes com neuronopatias sensitivas utilizando fMRI e conectividade efetiva
Beneficiário:Raphael Fernandes Casseb
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto