Busca avançada
Ano de início
Entree


Cinomose Canina : detecção do RNA viral pela reação em cadeia pela polimerase (RT-PCR) em cães com diagnóstico clínico da doença.

Texto completo
Autor(es):
Rosana Alcalde
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Edison Luiz Durigon; Mitika Kuribayashi Hagiwara; José Antonio Jerez
Orientador: Edison Luiz Durigon
Resumo

O vírus da cinomose canina (VCC) é um patógeno viral, altamente, contagioso que pode causar doença sistémica letal, em cães e outros carnívoros em toda parte do mundo. Os cães afetados podem apresentar sintomas gastrentéricos, respitatórios e nervosos. As manifestações clínicas da doença inclue depressão, diarréia, vómito, desidratação, hiperqueratose dos coxins e focinho e espasmos musculares ou paresia de membros pélvicos, a qual pode persistir por longos períodos. Cães infectados, com sintomas clínicos de VCC, foram estudados para detecção do RNA viral pela técnica de PCR e Nested-PCR. Neste estudo, amplificou-se o gene da nucleoproteína (NP) em células mononucleares do sangue periférico (linfócitos), urina e saliva, de cães infectados com VCC, para detectar o genoma do mesmo, por RT-PCR, em diferentes amostras clínicas. A identificação do RNA viral foi concluída com sucesso, pelo método de RT-PCR, utilizando 2 pares de \"primers\" específicos do gene da nucleoproteína (NP). A técnica de RT-PCR, descrita neste etudo, pode ser um sistema de ensaio útil para determinar se cães suspeitos de infecção, por VCC, tenha níveis detectáveis de genes. Os resultados demonstram que a técnica de RT-PCR é exequível para o diagnóstico laboratorial de cinomose canina. (AU)

Processo FAPESP: 96/12809-1 - Cinomose canica: detecção do RNA viral em material clínico através da reação de polimerização em cadeia (PCR)
Beneficiário:Rosana Alcalde
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado