Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo da atividade de supressão da proteína HC-Pro e análise do perfil de expressão de PTGS em cana-de-açúcar

Autor(es):
Pereira, Tiago Campos
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Campinas. [2002]. 64 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia
Data de defesa:
Membros da banca:
Arruda, Paulo; Benedetti, Celso; Gonçalves, Cesar
Orientador: Arruda, Paulo; Maia, Ivan de Godoy
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Genética
Indexada em: Base Acervus-UNICAMP; Biblioteca Digital da UNICAMP
Localização: Universidade Estadual de Campinas. Biblioteca Central Cesar Lattes; T/UNICAMP; P414e; Universidade Estadual de Campinas. Biblioteca do Instituto de Biologia; T/UNICAMP; P414e
Resumo

O silenciamento gênico pós-transcricional (PTGS) é um mecanismo de defesa contra vírus que atua degradando RNAs relacionados a tais patógenos, e em alguns casos, de transgenes. Por outro lado, a proteína viral HC-Pro possui atividade de supressão de PTGS (PTGS-S), além de uma atividade de ligação a RNA. Neste trabalho foram produzidas plantas transgênicas expressando a proteína HC-Pro do vírus Y da batata (PVY), sendo estas defectivas em PTGS. Tais plantas apresentam inúmeras aplicações incluindo o uso como biorreatores e a amplificaçãon in vivo de determinados vírus. Paralelamente, um segundo estudo empregando plantas transgênicas e visando avaliar o envolvimento de domínios e motivos específicos da proteína HC-Pro na atividade de supressão de PTGS foi conduzido. Resultados preliminares indicam que o aminoácido tirosina (Y), localizado junto ao motivo conservado YPCSC, e envolvido diretamente com a atividade de ligação a RNA da proteína, também está implicado na atividade de supressão de PTGS. Evidencia-se assim que ambas as funções estão provavelmente interligadas. Adicionalmente, uma vez que vários genes da via de PTGS já se encontram clonados, realizamos uma prospecção (data mining) no banco de seqüências gerado pelo projeto EST da cana-de-açúcar (Sucest) para identificar possíveis proteínas relacionadas ao PTGS em uma monocotiledônea. Foram identificados vários clusters de EST com considerável similaridade a todas as dez proteínas atualmente conhecidas e ligadas ao silenciamento gênico, suas abundâncias relativas foram também determinadas. O envolvimento de PTGS no silenciamento de transposons foi analisado, esclarecendo esse sistema em cana-de-açúcar. (AU)

Processo FAPESP: 00/02316-5 - Estudo de regiões da proteína fator assistente de transmissão (hc-pro) envolvidas na supressão do silenciamento gênico em plantas
Beneficiário:Tiago Campos Pereira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado