Busca avançada
Ano de início
Entree


Contribuição ao conhecimento taxonômico dos poliquetas Sabelídeos (Polychaeta: Sabellidae) da região Sudeste do Brasil

Texto completo
Autor(es):
Maíra Cappellani Silva Rossi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências
Data de defesa:
Membros da banca:
João Miguel de Matos Nogueira; Antonia Cecilia Zacagnini Amaral; Cinthya Simone Gomes Santos
Orientador: João Miguel de Matos Nogueira
Resumo

O presente estudo consiste num levantamento taxonômico de poliquetas da família Sabellidae coletados da zona entremarés, ao longo da costa do Estado de São Paulo, e águas profundas, nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. O material é proveniente dos projetos \"Biodiversidade de Anelídeos Poliquetas em Costões Rochosos ao Longo do Estado de São Paulo\", BIOTA/FAPESP - Bentos Marinho e REVIZEE/Score Sul - Bentos. Para identificações, descrições e ilustrações dos táxons foram utilizados microscópios estereoscópico, óptico e eletrônico de varredura, além do uso de câmera digital. As espécies estudadas foram: Amphicorina sp. n., Amphiglena lindae, Branchiomma luctuosum, B. patriota, Chone sp. n., Demonax cf. microphthalmus, Euchone sp. n., Fabriciola sp. n., Jasmineira sp. n., Kirkiana heterobranchiata, Manayunkia brasiliensis, Megalomma sp. n., Notaulax nudicollis, Notaulax sp. n. 1, Notaulax sp. n. 2, Potamethus sp. n., Pseudobranchiomma minima, P. paraemersoni, P. paulista, Pseudopotamilla sp. n., P. cf. reniformis, Perkinsiana sp. n. e Sabellomma minuta gen. n. Destas, 14 são espécies novas para a ciência e 2 são novas ocorrências da espécie no litoral brasileiro, além de dois gêneros novos para a ciência, um dos quais, já formalmente descrito. O gênero Sabelloma gen. n. assemelha-se a Bispira, e é caracterizado pela presença de radíolos com ocelos lenticulados como unidades independentes, tórax com 4-5 setígeros, presença de ocelos interramais e de cerdas acompanhantes dos uncini. O gênero Kirkiana assemelha-se a Perkinsiana, possui como principais caracteres colar fundido dorsalmente à goteira fecal, par mais dorsal de radíolos mais curto do que os demais em espécimes férteis, lábios dorsais sem apêndices radiolares e uncini com manúbrios curtos. São fornecidas chaves de identificação, descrições completas e comparações. (AU)

Processo FAPESP: 04/11300-6 - Levantamento taxonômico dos poliquetas sabelídeos (Polychaeta: Sabellidae) coletados pelos projetos biodiversidade de anelídeos poliquetas em costões rochosos ao longo do Estado de São Paulo, BIOTA/FAPESP/bentos marinhos e REVIZEE/score Sul/bentos
Beneficiário:Maíra Cappellani Silva Rossi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado