Busca avançada
Ano de início
Entree


O êthos de Aníbal em Tito Lívio e Cornélio Nepos: imagines

Texto completo
Autor(es):
Cynthia Helena Dibbern
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Paulo Martins; Tatiana Oliveira Ribeiro; Elaine Cristine Sartorelli
Orientador: Paulo Martins
Resumo

A pesquisa analisa a construção do êthos do general cartaginês Aníbal nas obras de Cornélio Nepos e Tito Lívio, tendo em vista procedimentos retóricos. A primeira parte da pesquisa consiste no estudo do gênero historiográfico antigo, e sua relação com a Retórica, e ainda o estudo dos conceitos de êthos, écfrase e enárgeia. Analisamos então as estratégias discursivas de Tito Lívio para compor um caráter do inimigo adequado ao seu projeto historiográfico. Na segunda parte, discutimos os limites entre a bíos e história, e analisamos o êthos de Aníbal construído por Cornélio Nepos, o que permite discutir também as diferenças entre os gêneros, e outras questões gerais da obra do biógrafo. (AU)

Processo FAPESP: 10/13114-6 - O éthos de Aníbal em Tito Lívio e Cornélio Nepos: imagines
Beneficiário:Cynthia Helena Dibbern
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado