Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo da orientação dipolar fotoassistida de grupos azobenzênicos em filmes finos através de medidas da atividade eletro-óptica

Texto completo
Autor(es):
Flávio Makoto Shimizu
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Presidente Prudente. 78 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia.
Data de defesa:
Membros da banca:
Sandro Márcio Lima; Fernando Fuzinatto Dall'Agnol; Victor Ciro Solano Reynoso; Clarissa de Almeida Olivati
Orientador: José Alberto Giacometti
Resumo

Foi desenvolvida uma montagem experimental para estudar o processo de polarização fotoassistida (PAP) de filmes finos poliméricos utilizando um interferômetro de Mach-Zehnder (IMZ). Ela permite determinar a atividade eletro-óptica do filme durante e após o processo de polarização. Um cristal de KH2PO4 (KDP) e o filme guest-host do polímero acrílico poli(metacrilato de metila), PMMA, dopado com o corante vermelho disperso 1, DR1, mostraram o bom funcionamento do sistema de medição IMZ/PAP. Dois azopolímeros acrílicos, o poli(metacrilato de vermelho disperso 1), PMDR1, e o poli(metacrilato de metila)-co-(metacrilato de vermelho disperso 1), PMMcoMDR1, foram estudados variando-se a tensão dc de polarização e a intensidade da luz de excitação. Os dados experimentais obtidos foram ajustados por equações fenomenológicas de Sekkat e KWW para obtenção dos tempos característicos de cada processo durante e após a polarização do filme. O valor máximo de coeficiente eletro-óptico de ~20pm/V foi obtido para o filme do polímero acrílico de PMDR1, enquanto que para os filmes de PMMA/DR1 e PMMcoMDR1 os valores foram de 0,5 e 1,6 pm/V (AU)

Processo FAPESP: 07/07423-3 - Estudo da orientação dipolar foto-assistida de grupos azobenzênicos em filmes finos através de medidas da atividade eletro-óptica
Beneficiário:Flavio Makoto Shimizu
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado